Casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti diminuem quase 99% em Araripina

Postado em 14 de novembro de 2017

Percentual Aedes Foto - Cristine Rochol

A Secretaria Municipal da Saúde divulgou nesta terça-feira (14) que casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti diminuíram 98,9% em Araripina. Segundo a secretaria, o resultado é fruto de um trabalho rotineiro no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya.

A secretaria informou ainda que iniciou a gestão de 2017 com um índice de infestação de 6,6% – considerado risco de epidemia pelo Ministério da Saúde. Atualmente, com os trabalhos desenvolvidos, esse índice caiu para 2,1%.

De acordo com o levantamento, comparando o número de casos das três doenças notificadas no primeiro semestre deste ano com o do mesmo período de 2016, onde foram registrados 1.634 casos, houve uma redução de quase 99% nas notificações. Este ano, foram registrados em Araripina apenas 18 casos de dengue, zika e chikungunya.

“Tivemos uma redução grandiosa no número de casos notificados este ano e esse resultado é fruto de um trabalho diário dos agentes de endemias, do comitê de arboviroses, das palestras educativas como a implantação do Programa Saúde na Escola – em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, como também da comunidade que tem se empenhado no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya”, disse Álvaro Salvador, secretário de Saúde.

Embora tenha sido registrada a redução no número de casos das doenças, a sociedade não pode se acomodar e os cuidados devem ser mantidos o ano inteiro para que não haja a proliferação do mosquito.

Cuidados importantes:



Deixe uma resposta



Mensagem Biblíca
Se clamares por conhecimento, e por inteligência alçares a tua voz, ... Provérbios:2:3