Arquivos Politica - Blog do Didi Galvão
Arquivos Politica - Blog do Didi Galvão

Jungmann defende fim do contato direto entre presos e visitantes

7 de Março de 2018

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, defendeu ontem (6) o fim do contato direto entre presos e visitantes nas penitenciárias. Jugmann propôs a construção de parlatórios, em que qualquer contato com o preso seja registrado.

“Vocês já viram em filmes: tem um vidro, tem um telefone, e tudo aquilo que é conversado é registrado. Se houver necessidade, requisitam-se ao juiz aquelas informações”, disse Jungmann, após participar da abertura da 13ª Feira Internacional de Segurança, na zona norte de São Paulo.

Para o ministro, a medida é necessária para evitar que os chefes do crime organizado continuem a agir de dentro das cadeias, em uma situação que Jungmann chamou ironicamente de “home office” (escritório em casa). “É uma maneira de acabar com esse fluxo de informação para dentro e para fora. Mas isso, evidentemente, dependerá de um acordo [com os governo estaduais] a ser feito e da normatização, para que a gente possa definitivamente romper os laços entre o comando do crime, que está dentro do sistema prisional, e aqueles que estão na rua aterrorizando o povo”, acrescentou.

Facesf

Arquivos Politica - Blog do Didi Galvão

“Estamos confiantes na vitória de Célia Sales”, diz Armando em caminhada em Ipojuca

1 de Abril de 2017

thumbnail_DSC07946

Na reta final da campanha suplementar em Ipojuca, o senador Armando Monteiro (PTB) afirmou estar muito confiante na vitória da candidata a prefeita Célia Sales (PTB), no próximo domingo (2). O líder petebista participou de uma grande caminhada no distrito de Camela ao lado da postulante, do ex-candidato Romero Sales e de lideranças locais, na tarde desta sexta-feira (31). Milhares de pessoas foram às ruas para declarar o apoio à postulação de Célia.

“Quando uma campanha se realiza dessa forma como Célia conduziu é um bom prenúncio do que poderá acontecer no domingo, no dia da eleição. Estamos muito confiantes e felizes porque o 14 tem aqui uma mulher de garra, uma mulher guerreira, uma mulher de fibra e que tem muito amor a Ipojuca”, arrematou Armando Monteiro.

O senador destacou que a candidata a prefeita Célia Sales fez uma campanha vitoriosa ao longo dos últimos dias, mobilizando toda a sociedade ipojucana para construir um projeto que faça o município voltar a crescer. “Fizemos uma campanha vitoriosa, pelo clima, pelo crescimento, pelo carinho que a população tem a Célia e pela motivação de todo o grupo, pela mobilização dos jovens, das mulheres e de toda a sociedade de Ipojuca”, disse o senador.

Além do senador Armando Monteiro, também participaram da caminhada o presidente estadual do PTB, o deputado José Humberto Cavalcanti, o deputado federal Ricardo Teobaldo (PTN), entre outras lideranças políticas locais.

Assessoria de Imprensa Senador Armando Monteiro (PTB)

Atel

Arquivos Politica - Blog do Didi Galvão

Temer sanciona lei de terceirização sem salvaguardas a trabalhadores

1 de Abril de 2017

naom_575576b9ecce7

Iniciativa é antecipada para evitar novas pressões e eventuais retaliações de senadores peemedebistas, que pediram que a proposta fosse integralmente vetada

O presidente Michel Temer sancionou na noite desta sexta-feira (31) o projeto de lei que regulamenta a terceirização no país. A iniciativa foi publicada em edição extra do “Diário Oficial da União” e inclui vetos parciais a três pontos da proposta.

Um deles é a possibilidade de prorrogação do prazo de até 270 dias de contrato temporário de trabalho. Os outros dois parágrafos foram vetados porque repetem direitos já previstos na Constituição Federal.

A ideia inicial era de que o presidente sancionasse a iniciativa aprovada pela Câmara próximo ao prazo de 12 abril, em um evento no Palácio do Planalto com a presença de parlamentares e empresários.

Ele, contudo, foi recomendado a antecipá-la para evitar novas pressões e eventuais retaliações de um grupo de senadores peemedebistas, que pediu em carta ao presidente para vetar integralmente a proposta.

O principal insatisfeito com a iniciativa é o líder do partido, Renan Calheiros (PMDB-AL), que tem feito críticas públicas às propostas econômicas sugeridas pelo Palácio do Planalto.

Segundo um assessor presidencial, a antecipação também teve como objetivo tentar blindar a reforma previdenciária de ameaças de represálias de deputados federais, que também vinham pressionando o presidente a vetar integralmente a proposta da terceirização.

Facesf