Em defesa do ministro Fernando Bezerra Coelho
Em defesa do ministro Fernando Bezerra Coelho

Em defesa do ministro Fernando Bezerra Coelho

5 de Janeiro de 2012

Escolher  um  ministro, para bombardeá-lo com acusações, muitas delas verídicas e outras caluniosas, tornou-se um esporte   nacional. O novo escolhido  foi  o  pernambucano  Fernando  Bezerra, até ontem considerado um  dos  mais   eficientes    do   governo Dilma.
O ministro FBC hoje não presta e  os abutres têm fome. Querem investigação e demissão sumária. Qual o crime   praticado  pelo ministro?  Enquanto muita chuva em  Minas, Rio de  Janeiro, Rio Grande do Sul destrói residências e bens, e mata pessoas, o  ministro encarregado de lidar com   calamidades não   faz   nada   pelas  vítimas   das   enxurradas, pois   todo   dinheiro  que   o  ministério   dispunha, o  ministro   aplicou  no   seu  Estado, Pernambuco, e na Bahia, aonde tem inúmeros   familiares.
A defesa do  ministro foi feita pelos governadores dos estados  mais   atingidos  e,  portanto, os    que   deviam   estar   mais  revoltados com  a  suposta irresponsabilidade  do  ministro – Sérgio Cabral (RJ), Antonio Anastasia (MG) e Geraldo Alckmin (SP).
Eles afirmaram que  o ministro FBC vem  fazendo  o que  pode, legalmente, para  atender  aos  desabrigados  e reconstituir   as estradas  e  pontes  devastadas pelas chuvas. Depois desses   depoimentos,  qualquer   outra  defesa   do  ministro FBC é  supérflua .
Enquanto isso, merece registro a irresponsabilidade   da   oposição e de certa  imprensa. O líder do PPS na  Câmara, Rubens  Bueno (PR),  já  fez pose de seriedade  e apareceu  na    TV tachando  de suspeito o  comportamento do  ministro  FBC.
Ele pediu à comissão do Congresso  que atua  durante  o recesso  que  investigue o ministro e promete ir ao Ministério Público Federal e certamente à ONU.
Só está faltando agora o douto  e sábio pronunciamento do senador Álvaro Dias, que deve estar preparando a maquiagem  para  aparecer  na TV, pedindo  no mínimo que  o ministro FBC seja algemado e preso.
Com uma  oposição  tão   ridícula com essa, a  presidente Dilma não  precisa perder  tempo,  buscando  apoios.

* Maurílio Ferreira Lima é ex-deputado fed

[lateral] Delícias do Bolo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *