Espécies típicas da Caatinga ganham espaço no Museu do Sertão

1

O ‘Jardim Sertanejo’ do Museu do Sertão, em Petrolina, está ainda mais amplo. É que a prefeitura  revitalizou o espaço dedicado à vegetação e também aumentou o número de espécies nativas da Caatinga. Entre as plantas que já podem ser visitadas estão o umbuzeiro, a umburana de cambão, o caroá e a coroa de frade.

A obra é de realização da Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE), em parceria com a Diretoria de Projetos, da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA). Além do Jardim do Sertanejo, também estão sendo recuperados o paisagismo de outras áreas verdes do museu.

Para o secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Emicio Junior, as melhorias proporcionarão aos visitantes o conhecimento maior da vegetação local. “O Jardim Sertanejo também é uma área de educação, é uma ala do nosso museu que ensina e mostra aos nossos visitantes sobre a vegetação.  É uma maneira de valorizar a nossa cultura através do conhecimento da Caatinga”, afirma.

Sobre o Museu do Sertão: O Museu do Sertão foi inaugurado no dia 27 de outubro de 1973, pelo então prefeito de Petrolina, Geraldo Coelho. São mais de três mil peças divididas nas alas: Acervo Arqueológico; Fauna e Flora; Casa Sertaneja; Jardim Sertanejo; Cultura e Economia; Petrolina Ontem; Religiosa e Galeria dos Prefeitos.

O espaço tem entrada livre e funciona das terças-feiras aos sábados, das 09h às 17h e aos domingos de 09h às 14h, na rua Esmelinda Brandão, Centro, Petrolina (PE).

Os agendamentos podem ser feitos através do email museudosertaopetrolina@gmail.com, pelo WhatsApp (87) 9 8803-0335 ou pelos telefones (87) 3862-1943 / (87) 3862-1534.

Assessoria de Imprensa da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome