Jovem atingida na cabeça no Morro da Covanca, no Rio, morre neste domingo
Jovem atingida na cabeça no Morro da Covanca, no Rio, morre neste domingo

Jovem atingida na cabeça no Morro da Covanca, no Rio, morre neste domingo

11 de Fevereiro de 2018

O homem foi preso no Morro da Covanca, no Tanque, Zona Oeste do Rio

Morreu neste domingo (11), a adolescente Evelyn da Silva Coelho, de 15 anos, atingida por um tiro na cabeça durante um confronto entre milicianos e traficantes no Morro da Covanca, na Praça Seca, Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, na sexta-feira(9). A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde da capital fluminense. Foi a terceira criança ou adolescente morta a tiros no Rio nos últimos dias.

Evelyn estava internada no Hospital Municipal Miguel Couto. Chegou a ser submetida a cirurgia de emergência, mas não resistiu aos ferimentos.

O Morro da Covanca tem sido cenário de conflitos entre traficantes e milicianos, pelo controle da região, desde o ano passado. Na sexta-feira, houve confrontos durante todo o dia. Além de Evelyn, um menino de 7 anos foi atingido de raspão no braço, dentro de casa. A polícia, no entanto, ainda não sabe em quais circunstâncias a adolescente foi baleada.

Escalada de violência

Na terça-feira (6), Emilly Sofia Neves Marriel, de 3 anos, foi atingida em Anchieta, na zona norte da capital, por um tiro durante uma tentativa de roubo e morreu. Ela e os pais saiam de uma lanchonete quando foram interceptados por bandidos. Os criminosos deram mais de dez tiros. Nada foi levado da família.

A criança chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ricardo de Albuquerque, mas já chegou morta. O pai de Emilly foi atingido no abdômen e na mão, de raspão.

Na noite de quarta-feira (7), João Pedro Soares da Costa, de 4 anos, foi baleado nas costas. Ele e o pai saíam da comunidade da Linha, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, quando o menino foi atingido. Testemunhas contaram que os traficantes atiraram quando um carro entrou na favela com as luzes internas desligadas. João Pedro foi atingido no pulmão e está internado no CTI do Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo.

Na manhã de quinta-feira (8), o jovem Jeremias Morais da Silva, de 13 anos, morreu no Complexo da Maré. Ele foi baleado no tórax durante confronto entre traficantes e policiais, quando voltava para casa após uma partida de futebol com amigos.

FACESF POS GRADUACAO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *