Arroz Valdivino - Clique e assista

Parceiros:

Instagram

  • Niver do filho

Médicos que trabalharão no interior do país receberão R$ 10 mil

Postado em 3 de julho de 2013

O salário dos médicos que trabalharão no interior do país e nas periferias das grandes cidades será de R$ 10 mil. Os detalhes do pagamento e de como será a jornada de trabalho desses profissionais ainda não foram definidos e vão constar em edital, segundo informou ontem o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O documento deve ser publicado nas próximas semanas, e a previsão é abrir cerca de 10 mil vagas. “A ideia é contratar médicos brasileiros e, não havendo, trazer médicos de outros países”, disse, na noite de ontem, a presidente Dilma Rousseff. Pela manhã, ela já havia comentado o assunto: “Vamos autorizar a vinda de médicos estrangeiros somente para aqueles lugares em que os profissionais brasileiros não se candidatarem, e isso em caráter temporário”.

A proposta de trazer médicos do exterior é polêmica e encontra resistência. Amanhã, entidades ligadas à área de saúde farão uma mobilização nacional, com protestos em vários estados, para lutar contra a contratação de profissionais de fora do país sem a revalidação do diploma. Na ocasião, também serão cobrados mais investimentos no setor.

Fonte: Arcoverde News



Atel

Câmara arquiva projeto polêmico de ‘cura gay’

Postado em 3 de julho de 2013

A Câmara dos Deputados aprovou ontem requerimento do deputado João Campos (PSDB-GO), autor do projeto que autoriza a “cura gay”, para que o texto fosse retirado de tramitação. O projeto de decreto legislativo pedia a extinção de dois trechos de uma resolução de 1999 do Conselho Federal de Psicologia. O primeiro diz que “os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades”.

O segundo dispositivo que o projeto pretendia eliminar diz que “os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica”.

Criticada por movimentos gays e pela entidade de classe dos psicólogos, a proposta foi aprovada pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara no dia 18 de junho. Com a retirada de pauta, um projeto com o mesmo teor só poderá ser apresentado em 2014, em nova sessão legislativa. Na semana passada, Marco Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos, disse ao site G1 que o projeto já nasceu morto.

Ontem, parabenizou a atitude do deputado Campos. “Parabéns pela decisão tomada em retirar o PDC 234 de tramitação. O PSDB, seu partido, o inviabilizou quando notificou ser contra. Entendeu ele (Campos) que os ativistas, a midia e alguns partidos invisíveis usariam o PDC 234 para tirar o foco das manifestações verdadeiras. O PDC  não foi arquivado, mas retirado, e pode voltar. E voltará na próxima legislatura, quando teremos um número maior de deputados evangélicos”, escreveu no Twitter.

Fonte: Terra.com




Senado aprova projeto que destina royalties para educação e saúde

Postado em 3 de julho de 2013

O Senado aprovou na noite desta terça (2), por meio de votação simbólica, um texto alternativo, de autoria do líder do governo, senador Eduardo Braga (PMDB-AM), para o projeto que destina royalties do petróleo às áreas de educação e saúde. O novo texto alterou o projeto aprovado no último dia 26 pela Câmara e por isso retornará para análise dos deputados.

O substitutivo de Braga alterou em vários pontos a proposta aprovada na Câmara, mas manteve a repartição aprovada pelos deputados – 75% para a educação e 25% para a saúde. A intenção inicial do governo era destinar 100% dos recursos dos royalties do petróleo para a educação.

O texto aprovado no Senado garante que royalties obtidos com a produção atual de petróleo, em contratos assinados a partir de 3 de dezembro de 2012, já sejam destinados à áreas de educação (75%) e saúde (25%). Essa regra, no entanto, valerá somente para os royalties que cabem à União. Nesses contratos, estados e municípios ficam liberados para gastar em outras áreas.

De acordo com Eduardo Braga, essa regra deverá evitar a “judicialização” da nova distribuição porque, segundo ele, permite que grandes estados produtores, como Rio de Janeiro e Espírito Santo, tenham mais liberdade para aplicar os recursos.

Fonte: G1.com



Atel

Mais uma Sessão Eleitoral na Zona Rural do Municpio

Postado em 2 de julho de 2013

CONVITE

O JUIZ DA 77ª ZONA ELEITORAL DE CABROBÓ TEM O PRAZER DE CONVIDAR AS AUTORIDADES LOCAIS E A POPULAÇÃO EM GERAL PARA PRESTIGIAREM A INSTALAÇÃO DE MAIS UMA SECÇÃO DE VOTAÇÃO NA ZONA RURAL DO MUNICIPIO. O ATO ACONTECE AMANHÃ DIA 03 DE JULHO DE 2013 ÀS 16:00H ( QUATRO HORAS DA TARDE) NA ESCOLA MUNICIPAL PEDRO GONÇALVES DO SANTOS NO POVOADO DA FAZENDA BANANEIRA.

Dr. MARCUS CÉSAR SARMENTO GADELHA

JUIZ ELEITORAL



FRANK-PREMOLAJE-anigif

Humberto debate com MP a PEC 75

Postado em 2 de julho de 2013

O senador Humberto Costa (PT/PE) se reuniu hoje, em Brasília, com representantes do Ministério Público e de associações de procuradores e de promotores para debater a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 75/2011, de autoria do senador. Durante o encontro ficou acordado que o parlamentar promoverá ajuste redacional no texto que prevê a punição com a demissão de promotores e procuradores envolvidos em crimes de corrupção.

A alteração na proposta preservará seu objetivo original e busca exclusivamente eliminar qualquer possibilidade de prejuízo ao trabalho do Ministério Público. Assim, o senador agregará sugestões para, sem prejuízo à necessidade de melhor punir os maus profissionais, proteger a atuação dos membros do Ministério Público, eliminando a possibilidade que a punição sirva como instrumento de perseguição e garantindo a atuação independente.

Durante o encontro Humberto Costa esclareceu sua intenção com a apresentação da PEC, que, em síntese, busca separar bons e maus servidores públicos, inclusive entre os magistrados, por meio da PEC 53/2011. “O objetivo maior dessas duas propostas é acabar com a aberração de que membros do MP e magistrados, comprovadamente culpados por crimes, até mesmo corrupção ou homicídio, seja afastados preventivamente com direito a remuneração”, disse o senador.

Representante da Procuradoria Geral da República (PGR), o secretário-geral Lauro Cardoso Neto; o presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Alexandre Camanho; e o presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), Alexandre Soares Cruz; apresentaram ao senador preocupações quanto ao enfraquecimento de prerrogativas do MP.

“O Ministério Público deve ser defendido e protegido de qualquer tipo de ingerência, precisa atuar de forma isenta, imparcial e autônoma, sempre na defesa do interesse público e até por pensar assim defendi, desde o início a rejeição à PEC 37”, esclareceu o senador. “Na condição de parlamentar, combaterei da mesma forma qualquer outra proposta que busque diminuir o poder de investigação de promotores ou procuradores.”

Ficou acertado, então, que as três instituições encaminharão conjuntamente texto comum com sugestões para o ajuste redacional da PEC 75. O senador e os participantes  acordaram que é preciso a aplicação de penalidades aos praticantes de crime e garantir, ao mesmo tempo, ao MP a independência indispensável à atuação dos seus membros.

As PECs 53 e 75 integram, desde a semana passada, a lista de proposições com tramitação prioritária no Senado Federal. Essa seleção de matérias legislativas é resultado de entendimentos entre a Presidência da Casa e os líderes partidários como resposta às manifestações que ganharam as ruas das cidades brasileiras durante a segunda quinzena de junho.

Fonte: Asscom – Gab: Senador



ArrozValdivino_post

Laudo comprova: Criança de 01 ano foi morta a pauladas pelo padrasto em Cabrobó

Postado em 2 de julho de 2013

Após 22 dias de investigação, a polícia divulgou nesta terça-feira(2), o resultado final do laudo sobre a morte de uma menina de apenas 1 ano, ocorrida no último dia 10 de junho no bairro Pedro Quirino em Cabrobó.

Na ocasião a criança foi levada para o hospital municipal já sem vida, apresentando sinais de pancadas na cabeça e hematomas pelo corpo, sendo justificado pela mãe Claudia de Oliveira Araujo(23) que teriam sido duas  quedas.

De acordo com o delegado da Seccional de Cabrobó, Alex de Sá Matias, após várias contradições, o padrasto da vítima, Expedito Antonio Gomes Vieira(19) confessou o crime. O laudo comprova a crueldade e frieza do assassino. Ele  afirma que matou a criança com duas pauladas de cabo de vassoura, só porque a criança chorava todas as noites. Ainda segundo o delegado, na próxima sexta-feira(5) encerrará o inquérito, e logo após  enviará ao Ministério Público onde serão denunciados por crime de homicídio duplamente qualificado artigo 121 do código penal,  pena de reclusão de seis a 20 anos de prisão. Expedito foi encaminhado para cadeia local enquanto Claudia, para o presídio feminino de Verdejantes.

Fonte: SGRC – Com informações de Ivanildo Feitosa-GRFM-Cabrobó



Stilo-Motos-GIF

SALINIDADE DO SOLO

Postado em 2 de julho de 2013

O processo de salinização dos solos e das águas subterrâneas e superficiais é um dos mais importantes problemas de degradação ambiental, com seus efeitos prejudiciais sendo mais pronunciados nas áreas de regiões áridas e semi-áridas, e que vem crescendo rapidamente em diversas partes do globo, causando problemas de grandes proporções na produtividade das culturas agrícolas.

Em áreas irrigadas, é comum o surgimento de solos afetados por sais causados principalmente pelo manejo inadequado da irrigação, assim como de outras práticas, de modo que importantes extensões de terras férteis e agricultáveis, no mundo inteiro, vêm cada vez mais se tornando salinas. Isso se verifica, no entanto, em decorrência de práticas de manejo que não visam à conservação da capacidade produtiva do solo, como inexistência de sistema de drenagem eficiente, uso de águas em quantidade e com qualidade não adequadas, além do emprego incorreto e excessivo de adubos químicos.

A salinidade, portanto, tem-se constituído num dos mais sérios fatores limitantes da produção agrícola, especialmente em áreas irrigadas, onde apresentam temperatura elevada e pluviometria baixa, o problema pode tornar-se ainda mais agravado pelo uso de águas de má qualidade para irrigação.

Felizmente, nem todas as culturas respondem de maneira semelhante à salinidade. Algumas são capazes de produzir satisfatoriamente em condições de concentrações elevadas de sais em que outras não o conseguiriam. Assim, nas situações em que a salinidade/sodicidade do solo não pode ser mantida num nível aceitável para a(s) cultura(s) explorada(s), mediante um manejo adequado do solo e da água de irrigação, a alternativa viável é a seleção criteriosa de espécies ou cultivares que, ao mesmo tempo, sejam mais tolerantes aos danos causados pelos sais e possam obter produções economicamente rentáveis.

Um dos trabalhos realizados pela CODEVASF 3ª SR, no município de Cabrobó, especificamente na Ilha de Assunção, foram investimentos em drenagem agrícola, tanto superficial, como subterrânea.

Na década de 90 foram investidos recursos federais em drenagem e sistematização do solo na Ilha de Assunção, visando a desalinização das áreas já afetadas, como de amenizar a chegada destes problemas em outras.

Uma pena que já passaram se mais de 15 anos e nem todos os agricultores e nem o Poder Público teve a preocupação de manter este trabalho, que foi de alto investimento e com uma finalidade importantíssima.

Lembrando que a Ilha de Assunção, já foi no passado não tão distante, o nosso celeiro agrícola.

Já que a moda é a Copa do Mundo. Posso sonhar que um dia a agricultura neste país seja PADRÃO FIFA.



ArrozValdivino_post

Armando vota pela redução das passagens de ônibus

Postado em 2 de julho de 2013

Brasília – O projeto de lei que visa incentivar a redução dos preços das passagens do transporte coletivo no País foi aprovado com voto do senador Armando Monteiro (PTB), na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A votação foi nesta terça-feira (02), durante sessão acompanhada pelo prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), José Fortunati (PDT), e pelos prefeitos de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), e São Paulo, Fernando Haddad (PT).

Para Armando, a discussão do tema foi oportuna, uma vez que prevê desonerações que poderão ajudar no processo de redução de tarifas de transporte. O projeto institui o Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros (Reitup) para baixar os preços das passagens mediante isenções de impostos e contribuições federais, estaduais e municipais.

A União, que já promoveu, por medidas provisórias e decreto, algumas das providências previstas no projeto, ampliaria esses benefícios fiscais com a redução a zero do PIS/Pasep e da Cofins na aquisição de óleo diesel para ônibus, de energia elétrica para operação de metrôs e de veículos, chassis/carrocerias e pneus.

Estados e municípios poderão aderir ao Reitup, desde que desonerem as empresas de impostos de sua competência, como o ICMS e o ISS. Por ter sofrido alterações, o PLC 310/2009 retornará à Câmara dos Deputados para apreciação.

Crédito da foto: Ana Luiza Sousa /divulgação




Curriculum Vitae Márcio Minassian

Postado em 2 de julho de 2013

De: Márcio Minassian – m.minassian@bol.com.br

Assunto: curriculum

Deixo meu curriculum e o desejo de poder prestar meus serviços…

CURRICULUM VITAE

Márcio Minassian

Endereço: Rua Primavera, 30

Bairro: Jardim Imperial

Atibaia – SP

Tel. (11) 4412- 5535 e (11) 956179748

E-mail:  m.minassian@bol.com.br

Escolaridade:

Colégio Técnico João Carrozzo – 1995 a 1997

Técnico em Enfermagem

Universidade São Francisco – 2003 a 2006

Bacharel em Enfermagem

Uniararas – 2007 a 2008

Pós Graduado em Urgência/Emergência e Atendimento Pré Hospitalar

NUPRAS – IEC – Instituto Educacional Carapicuíba – 2010

Pós Graduando em Docência em Enfermagem

Cursos:

•              Informática Microcamp, de 15/05/1998 a 14/07/1999, 188 horas.

•              Suporte Básico de Vida e Noções em Primeiros Socorros (USP), de 08 a 10 de setembro de 1999, 15 horas.

•              2º Curso Oficial de Formação de Técnicos em Imobilizações do Aparelho Locomotor, realizado na Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, de 08/01 a 01/04/2000, 57 horas.

•              Instrução Técnica de Brigada de Incêndio (USF), de 19/03 a 09/04/2000, 12 horas.

•              I Simpósio de Cardiologia (USF), Novembro de 2003, 04 horas.

•              II Simpósio de Cardiologia (USF), de 18 a 20 de Outubro de 2004, 12 horas.

•              IV Curso Introdutório da Liga de Cardiologia (USF), 22 a 24 de Março de 2004, 12 horas.

•              VIII Curso de Atualização em Emergências Cardiológicas de Campinas, 02 e 03 de Abril de 2004, 08 horas.

•              Curso de Primeiros Socorros (Liga de Judô Paulista), 14 de Agosto de 2004, 3 horas.

•              I Curso Introdutório de Cirurgia Cardíaca (USF), 13 a 16 de Outubro de 2003, 12 horas.

•              Atualização de Tratamento de Lesões de Pele (Convatec), 28 de Março de 2002, 06 horas.

•              III Fórum do Grupo de Estudos de Liderança (SOBRAGEM), 14 de Maio de 2005. 08 horas.

•              III Encontro Nacional de Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (Universidade São Camilo – SP), APH / SBV, na qualidade de monitor, 01 de Setembro de 2005.

•              Capacitação em Atendimento Pré Hospitalar (USF), 01 e 08 de Abril, 13 e 20 de Maio de 2006, 24 horas.

•              Primeiros Socorros (USF), 10 e 24 de Junho de 2006, 16 horas.

•              XV Curso de Técnicas Verticais, Aplicado a Profissional da Saúde, 11, 12 e 13 de Janeiro de 2008, 32 horas.

•              Aprimoramento aos profissionais da Santa Casa de Louveira em APH / SBV, na qualidade de Instrutor e Palestrante, 15, 22, 29 de Junho e 06 de Julho de 2008, 40 horas.

•              1° Seminário pelo cumprimento da NR32, de 17 de setembro a 15 de outubro,04 horas.

•              Curso de Aperfeiçoamento em técnicas de resgate em rodovias (trauma e clínico), ENSEG-RJ. 02/02/09 a 13/02/09.

•              IV Curso de Enfermagem em Cardiologia, 18 de Abril de 2009. INCOR, 10 horas.

•              Ações de Enfermagem  Na Prevenção e Controle das Infecções Hospitalares, 25/08/09 a 28/09/09, 30 horas/aula, Proficiência, COFEN.

Experiências:

Hospital  Novo Atibaia

Cargo: Enfermeiro assistencial

Ano: Julho 2011 a 2012

Hospital Santa Elisa

Cargo: Supervisor de enfermagem

Ano: 17 de junho 2009 a 09 de março de 2011

Hospital Unimed Jundiaí

Cargo: Enfermeiro

Unidade Coronariana e PA infantil

Ano: Fevereiro de 2009 a Junho de 2010

Irmandade da Santa Casa de Louveira

Cargo: Responsável Técnico de Enfermagem

Ano: Março de 2008 a Janeiro de 2009.

Santa Casa de Misericórdia de Bragança Paulista

Cargo: Enfermeiro Supervisor

Área: Pronto Socorro, Clínica Médica, Clínica Cirúrgica,…

Ano: 1996 a 2000 e 2005 a 2008.

Hospital Universitário São Francisco

Cargo: Enfermeiro Supervisor

Área: Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Apartamentos e Convênios.

Ano: 1999 a 2008.

Escola Madre Paulina, Cursos Técnicos na área de saúde

Cargo: Professor e Supervisor de Estágio

Ano: 2007.

Hospital Unimed Bragança Paulista

Cargo: Técnico em Enfermagem, Pronto Socorro e UTI

Ano: 2001 a 2004.

Conhecimentos: Atendimento em Urgências e Emergências, Pré Hospitalar e Hospitalar, pré e pós-operatórios, cuidados gerais, em terapia intensiva, liderança de equipes. Sendo a minha função executar o planejamento da assistência de saúde, executar com a equipe o planejamento da assistência de saúde à população, atender aos doentes, medicando-os conforme orientação e prescrição médica, atender as emergências e prestar os primeiros socorros, elaborando os relatórios, anotando em fichas apropriadas os resultados obtidos, ministrando cursos de primeiros socorros, supervisionando colaboradores em suas atividades de planejamento ou execução, referente à sua área de atuação, executando outras tarefas compatíveis com as previstas no cargo ou com as particularidades da necessidade da instituição.



ArrozValdivino_post

Temer: manifestações pedem mudanças no sistema político e não uma renovação de políticos

Postado em 2 de julho de 2013

O vice-presidente da República Michel Temer disse hoje (2), durante seminário promovido pelo PMDB, que as manifestações populares não estão propondo a renovação dos políticos, mas sim do sistema político do país. Temer defendeu a realização do plebiscito, mas frisou que a palavra final sobre uma eventual reforma política caberá ao Congresso Nacional.

‘Esse movimento político [das manifestações] não foi contra os políticos A, B ou C. Se fôssemos nessa linha, todos os legislativos e executivos tinha de sair dos seus postos. Seria a expressão do sistema anárquico. O que o povo fala na sua representação, penso eu, é do sistema político e é esse sistema que se quer mudar’, argumentou o vice-presidente.

Para Temer, mesmo com a realização da consulta popular sobre a reforma política, tema analisado sem sucesso pelo Congresso há mais de 15 anos, o Parlamento não perderá seu ‘protagonismo político’.

‘Diria que, obviamente, o plebiscito é mais vigorosamente consultivo que o referendo. Mas o Congresso estará obrigado a seguir o que o plebiscito deliberou? Não. Ele faz o que quiser, ele [o Congresso] é o senhor absoluto, não poderá perder o protagonismo político’, disse.

Hoje, ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, Temer entregou aos presidentes do Senado e da Câmara, as sugestões do Executivo para a realização do plebiscito sobre a reforma política.

O Palácio do Planalto sugeriu cinco temas a serem debatidos a partir do plebiscito: alteração na forma de financiamento das campanhas, reforma do sistema eleitoral, eliminação da suplência de senador, proibição de coligações partidárias e o fim do voto secreto nas votações do Congresso.

Pelo Regimento da Câmara e do Senado, a proposta precisa ser formulada primeiro por um deputado federal e tramitar na Câmara, antes de seguir para a avaliação dos senadores. O Congresso também precisará definir o modelo de consulta popular: plebiscito, como quer o governo, ou referendo, como propõe a oposição.

No primeiro caso, a consulta popular sobre a reforma política acontecerá antes de o Parlamento votar uma proposta. Já na segunda hipótese, a consulta será feita depois de aprovada uma reforma: neste caso, a população se manifestará se concorda ou não com o que foi aprovado por deputados e senadores.

Edição: José Romildo

Fonte:  Agência Brasil



FRANK-PREMOLAJE-anigif


Página 3.156 de 3.765« Primeira...102030...3.1543.1553.1563.1573.158...3.1703.1803.190...Última »

Mensagem Biblíca
Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder, ... 2 Tessalonicenses:1:9