Arroz Valdivino - Clique e assista

Parceiros:

Instagram

  • Um ano prspero para cada um de vocs!
  • Niver do filho

Visitas institucionais, política na ponta da língua

Postado em 11 de maio de 2013

É claro que as andanças do governador Eduardo Campos por varias cidades do sertão, têm como objetivo principal prestar uma homenagem ao amigo Ranilson Ramos que está saído da secretaria de agricultura, uma forma do governador dizer “muito obrigado por tudo”, assim se faz a um amigo leal, coisa rara na política. É claro também que tudo na política é um pretexto para se falar de política, o governador aproveitou para dizer que “o Brasil pode mais”. Tocou de leve na política econômica do governo federal, quando disse que é preciso administrar o orçamento de um estado ou, da união como uma dona de casa faz com o orçamento do lar, o país é comandado por uma mulher. Ainda citou a transposição do conhecimento como sendo uma obra de importância maior, talvez aí o governador tenha dado uma alfinetada no ministro  FBC que está perdido com a transposição do Rio São Francisco, sem querer querendo, fez referencia a ineficiência do governo federal em arrastar por anos a gigantesca obra.

Ao lado do governador os aliados que ninguém sabe até quando, faziam medias com palavras agradáveis aos seus potenciais amigos na corrida eleitoral do ano que vem. O deputado Odacy Amorim ignorou presenças de prefeito e ex, vereadores e demais autoridades do municipio, o deputado fez questão de mostrar a afinidade que tem tido com o sindicalista Antonio de Nestor.  O ex prefeito Eudes Caldas não citou o nome do prefeito Auricélio em nenhum momento para falar de administração, por outro lado, o nome do deputado Rodrigo Novaes foi citado por varias vezes, isto mostra que a aliança anunciada neste Blog esta semana, está mais viva que nunca. João Fernandes Coutinho já se apresenta e é citado pelo prefeito Auricélio, como candidato oficial do governo a uma vaga a câmara federal. Outro nome que já é tido na relação do prefeito para o pleito de 2014 é do deputado Raimundo Pimentel, que por sinal já foi votado por Auricélio na eleição passada.

Em fim tudo começa a ganhar rumo de eleição, a final de contas é a única coisa que político sabe fazer. Um cidadão que estava próximo a um dos ônibus escolar que transportou os funcionários da prefeitura para o local do evento, fez o seguinte comentário. “Bom mesmo seria se tivesse eleição todos os anos. Continuou o Senhor; porque é só quando eles aparecem para os pobres é quando está perto de pedir votos novamente”.



ArrozValdivino_post

Dívida externa brasileira cresce 60% desde a crise financeira de 2008

Postado em 11 de maio de 2013

Desde a crise financeira de 2008, que provocou uma parada súbita nas linhas de crédito internacionais, a dívida externa brasileira aumentou 60%, impulsionada pelo endividamento das empresas.

A dívida das instituições financeiras no exterior praticamente dobrou entre dezembro de 2008 e este ano. No mesmo período, as empresas não financeiras aumentaram sua exposição em moeda estrangeira em 72%.

Com isso, o endividamento externo do país subiu do equivalente a 12% do PIB (Produto Interno Bruto) para 13,9% neste ano, após quatro anos de relativa estabilidade.

O levantamento foi feito pela equipe do banco Credit Suisse, que atribui parte desse aumento à fixação de barreiras à entrada de capital externo, iniciada em 2010.

Para tentar refrear o fluxo de recursos estrangeiros que entrava no país e valorizava o real em relação ao dólar, o governo impôs IOF de 6% na compra de títulos públicos por estrangeiros.

“Quando o governo decide impor IOF para operações com seus papéis, esses recursos deixam de entrar, mas as empresas percebem que há demanda por títulos brasileiros e vão para o mercado externo captar com taxas mais baixas”, afirma o economista-chefe do Credit Suisse, Nilson Teixeira.

Diante de um cenário de abundância de recursos e juros mais baixos no exterior, as empresas aumentaram sua dívida lá fora.

A questão é que, simultaneamente, elas passaram a assumir riscos de prejuízo em caso de uma repentina desvalorização cambial.

Em 2008, a alta do dólar em decorrência da crise bancária nos EUA, levou Aracruz e Sadia a dificuldades. Ambas tinham operações com derivativos atrelados ao dólar e acabaram vendidas.

Fonte: Folha de S. Paulo




Justiça impede assinatura de contrato de concessão do Maracanã

Postado em 11 de maio de 2013

A Justiça novamente barrou o processo de privatização do Maracanã. Uma decisão liminar desta sexta-feira impede que o Estado do Rio de Janeiro assine o contrato de concessão do estádio com Consórcio Maracanã SA (formado pela Odebrecht, IMX e a AEG) até que haja uma sentença final sobre a legalidade da privatização do espaço.

A liminar é da juíza Gisele de Faria. Caso não seja cumprida, o Estado do Rio terá de pagar multa de R$ 5 milhões. “Defiro o pedido de liminar para determinar que o Estado do Rio de Janeiro se abstenha de celebrar qualquer contrato e de outorgar a terceiros o direito de uso e exploração da área do entorno do Estádio do Maracanã e do Ginásio do Maracanãzinho”, determinou a juíza, em sua decisão. 

Na liminar, a juíza explica que a privatização do estádio está sendo contestada na Justiça pelo MP (Ministério Público). O órgão já apontou vários problemas no processo de concessão do estádio: favorecimento à IMX, empresa do bilionário Eike Batista; falta de transparência; e até falta de elementos que justifiquem a privatização. Com base nisso tudo, o MP já recorreu à Justiça solicitando a suspensão da privatização.

A Justiça já concedeu uma liminar suspendendo a privatização antes do fim da licitação do estádio. Essa liminar foi cassada pelo Estado e a concorrência foi finalizada na quinta-feira. O Consórcio Maracanã, da Odebrecht, da IMX e da AEG, ganhou o direito de assumir o estádio.




Ranilson Ramos se emociona ao lembrar a infância em Orocó

Postado em 11 de maio de 2013

Ranilson Ramos secretário de agricultura e reforma agrária do estado de Pernambuco nos últimos 4 anos, em sua terra natal a cidade de Orocó e com o testemunho de vários conterrâneos, ouviu do governador Eduardo Campos agradecimentos pela conduta honrosa como assumiu os desafios desde o inicio do governo em 2007, principalmente nos últimos 4 anos a frente da pasta da agricultura. Eduardo fez questão de em público falar das qualidades do amigo que em momentos difíceis foi um parceiro leal.

Antes de ouvir todos os elogios do chefe o secretário Ranilson Ramos ao falar na solenidade de inauguração do centro de atividades econômicas, que por sinal leva o nome do seu pai Gregório Ramos, embargou a voz ao lembrar-se da infância ao mesmo tempo em que mostrava ao governador a casa onde teria nascido. Ranilson Ramos está prestes a deixar a secretaria de agricultura e reforma agrária, seu nome já foi submetido para apreciação em comissão da ALEPE e, na próxima semana a indicação para o Tribunal de Contas do Estado será votada pelo plenário da assembléia legislativa de Pernambuco.



Atel

Eduardo Campos: Governador com discurso de presidenciável

Postado em 10 de maio de 2013

Ao falar para uma platéia formada na maioria por professores do municipio o governador Eduardo Campos, citou os avanços que o estado conseguiu e as grandes conquistas principalmente por meio da educação. O governador de forma bem sucinta, fez uma leve critica ao governo federal, quando se referiu a transposição das águas do rio São Francisco. Disse o governador: “Ao tempo em que o governo federal cuida da transposição das águas, nós cuidamos da transposição do conhecimento, nós cuidamos da valorização da educação”. Campos ainda fez referencias a estrada que liga Cabrobó a Terra Nova, quais os motivos que levou o governo a adiar o inicio das obras, segundo o governador cumprir com a palavra foi algo que ele aprendeu desde cedo, por isso só manda fazer iniciar uma obra quando depois de um amplo planejamento, fica sabendo quanto tempo vai levar para concluir, o custo final e como vai pagar.  




Ônibus escolar a serviço das solenidades de governo

Postado em 10 de maio de 2013

Na visita do governador Eduardo Campos alunos ficou sem transportes escolares, os ônibus que deveriam transportar os alunos para as escolas estavam a serviço dos funcionários que pararam suas atividades para aplaudir o Governador Eduardo Campos na inauguração da obra inconclusa da unidade de processamento de carne.

Matéria completa ainda hoje:




Em Orocó o governador Eduardo Campos é recebido por centenas de agricultores

Postado em 10 de maio de 2013

Dando continuidade às visitações em cidades do sertão do São Francisco, o governador de Pernambuco Eduardo Campos um dos presidenciáveis para 2014, fez uma segunda parada na manhã desta sexta feira. Na cidade de Orocó o socialista falou dos avanços conquistados pelo estado nos últimos anos, fazendo referencia a sua gestão, Eduardo Campos (PSB) mencionou principalmente os avanços nas áreas de Educação e na área Social. A todo o momento a platéia formada quase que totalmente por agricultores, interrompia a fala do governador para aplaudi-lo, uma demonstração, de que ao mesmo tempo, em que não aceita a forma como o prefeito DEDI (PT) vem administrando, com desmanche de praça, queda de casas recém construídas, estádio de futebol abandonado, professores sem reajustes do piso salarial, o governador tem a admiração do povo e consequentemente a aprovação.   




QUEM SOFRE COM A POLUIÇÃO DOS RIOS: OS RIBEIRINHOS OU TODA POPULAÇÃO.

Postado em 10 de maio de 2013

A poluição dos rios é sempre um problema em todos os municípios brasileiros, então nos perguntamos: o que fazer, como fazer, como resolver, de quem é a culpa da não preservação do meio ambiente.

Um dos itens que devemos nos perguntar seria para onde vai o esgoto de um hospital.

Qual o destino dos resíduos oriundos do processamento de abates nos matadouros municipais que são gerados e por sinal poluentes e causadores de impactos ambientais negativos.

A poluição das águas constitui um dos mais sérios problemas ecológicos. As fontes de poluição das águas decorrem, principalmente, da atividade humana, esgotos domésticos e industriais. Os compostos orgânicos são biodegradáveis, ou seja, podem ser decompostos pelas bactérias. Porém, existem alguns compostos orgânicos sintetizados pela indústria que não são biodegradáveis. Tais compostos também chamados de recalcitrantes ou biologicamente resistentes. Não sendo degradados, eles vão se acumulando na água, atingindo concentrações tão altas que geram sérios riscos aos seres vivos.

De todos os males ambientais, a contaminação das águas é o que apresenta consequências mais devastadoras. A cada ano, 10 milhões de mortes são, diretamente, atribuídas a doenças intestinais transmitidas pela água. Um terço da humanidade vive em estado contínuo de doença ou debilidade como resultado da impureza das águas, o outro terço está ameaçado pelo lançamento de substâncias químicas na água, cujos efeitos à longo prazo, são desconhecidos.

 

Ler Mais




Armando aponta desafios para Pernambuco, na TV e no rádio

Postado em 10 de maio de 2013

Com o slogan “PTB. Pra Pernambuco seguir em frente”, as inserções do PTB estadual vão ao ar durante quatro dias, em horário nobre da TV e no rádio. Serão 40 inserções distribuídas entre esta sexta-feira (10), a segunda-feira (13), a quarta (15) e a segunda (20).

Para ocupar todo este espaço, foram produzidas duas peças, que são protagonizadas pelo senador Armando Monteiro, presidente regional do partido. Veja abaixo o que dizem os dois textos:

 “Todos percebem o crescimento de Pernambuco. Ele só foi possível porque fizemos um trabalho em conjunto, Governo do Estado, Governo Federal e todo o povo pernambucano. É como uma linha de produção. Assim como ninguém faz nada sozinho, precisamos seguir juntos, no rumo certo, levando o desenvolvimento pra todos os cantos. É assim que vou continuar trabalhando pra melhorar a vida dos pernambucanos”.

“Pernambuco mudou muito. Hoje temos novas indústrias, muitas obras e oportunidades. Temos orgulho disso. Mas ainda há grandes desafios pela frente. Nosso peso na economia nacional ainda é pequeno. Nosso desenvolvimento ainda é concentrado. Na educação, saúde e segurança, temos muito o que fazer. Pra isso, precisamos continuar unidos, no rumo certo. É assim que vou seguir trabalhando”.

 




Governador vai recuperar estrada que liga Belém do São Francisco a Porto da Barra

Postado em 10 de maio de 2013

Em visita ao professor Licínio Lustosa, no município de Belém do São Francisco, na noite de ontem (09), ao lado do deputado Rodrigo Novaes (PSD), o governador Eduardo Campos se sensibilizou com pedido do parlamentar e garantiu a recuperação da estrada que permite acesso ao Porto da Barra.

 

A rodovia, que já havia sido reivindicada por Novaes através de Indicação na Assembleia Legislativa, é de extrema importância por ser o acesso mais curto entre a Bahia e Pernambuco.

 

A obra também vai facilitar o acesso de centenas de estudantes que por ela transitam todos os dias para frequentarem a faculdade em Belém do São Francisco.

 

Assessoria de Imprensa



Marisol


Página 3.529 de 4.075« Primeira...102030...3.5273.5283.5293.5303.531...3.5403.5503.560...Última »

Mensagem Biblíca
De outra maneira, estando o outro ainda longe, manda embaixadores, e pede condições de paz. Lucas:14:32