Arroz Valdivino - Clique e assista

Parceiros:

Instagram

  • Direto da prefeitura de Belm do So Francisco
  • Aventura nas dunas de Canoa Quebrada

OBRIGADO!!!!

Postado em 4 de janeiro de 2012

Pouco mais de 10.000 acessos em todo o mundo. É a expressão do carinho à informação que produzimos com verdade, independência e transparência.
Nesses 50 dias de atividade do BLOG DO DIDI GALVÃO, queremos agradecer a você por tão significante conquista. Muito obrigado!




ONG – ECOVALE

Postado em 4 de janeiro de 2012




Fim das férias

Postado em 4 de janeiro de 2012

Em razão das fortes chuvas que continuam caindo em Minas Gerais, a presidente Dilma Rousseff tomou duas providências nesta terça-feira.
Primeiro, telefonou para o governador Antonio Anastasia para prestar-lhe solidariedade e colocar o governo federal à disposição do governo de Minas.
Segundo, determinou ao ministro Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional) que interrompesse suas férias e viajasse imediatamente a Minas, que é seu Estado de origem, para sobrevoar as cidades atingidas.
As férias do ministro foram interrompidas num dia bastante desagradável. Segundo a ONG “Contas Abertas”, 90% das verbas de que o Ministério dispôs em2011 para aplicar em obras anti-enchentes foram aplicadas em Pernambuco, que é o Estado de origem do ministro.



Mundo das Motos

A chuva passa

Postado em 4 de janeiro de 2012

Insatisfeita com a canalização de verbas federais quase que exclusivamente para Pernambuco, Estado de origem do ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, a presidente Dilma Rousseff interveio e ordenou a adoção de critérios técnicos na distribuição dos recursos do ministério para combate e prevenção de desastres naturais, como enchentes e desmoronamentos.
Foi este o objetivo da reunião convocada às pressas hoje, pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffman, que interrompeu a semana de férias no Paraná, a pedido da presidente, e voltou ao Palácio do Planalto para tratar da questão com técnicos do ministério e da Defesa Civil. Reportagem publicada na véspera pelo jornal O Estado de S. Paulo mostrou que cerca de 90% da verba antienchente da Integração foram aplicados em Pernambuco, a despeito dos estragos provocados pelo verão chuvoso em outros Estados.
Dilma conversou por telefone com Gleisi logo cedo, mostrando-se preocupada com as chuvas e com a ação do governo. Àquela altura a presidente já havia telefonado ao governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), onde 52 municípios estão em situação de emergência.
O telefonema da presidente ao governador tucano não foi o único sinal da disposição do Planalto de impor limites à prática já tradicional da distribuição paroquial das verbas antienchente, em que ministros privilegiam sua base eleitoral em busca de voto, ignorando o conjunto do País. No governo Lula, foi o ministro baiano Geddel Vieira Lima (PMDB) quem concentrou na Bahia a grande maioria das obras e investimentos da Integração.
Como chefe da Casa Civil, Gleisi foi escalada para fazer a mediação técnica com o ministério neste ano de eleição municipal. A presidente preferiu deixar tudo nas mãos de sua ministra. Não se deu ao trabalho de procurar sequer Bezerra para questioná-lo sobre as ações da defesa civil ou sobre suas escolhas de investimentos. O ministro permanece de férias, em Pernambuco.
Antes de embarcar para Brasília, Gleisi tomou duas providências: Encarregou seu secretário-executivo Beto Vasconcellos de organizar a reunião com técnicos da Integração, Defesa Civil e Ciência e Tecnologia. Em seguida, telefonou ao governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), para saber como estava a situação no Estado que sempre figura no topo da lista dos mais atingidos pelas tempestades de verão.
Até expoentes do PT pernambucano, partido aliado, avaliam que o ministro exagerou na politização do uso das verbas antienchente. Hoje, não faltou quem criticasse o “provincianismo e o clientelismo” de Bezerra, que dias antes surpreendera o prefeito petista do Recife, João da Costa, com a transferência de seu domicílio eleitoral de Petrolina para a capital pernambucana. Para o PT local, Bezerra tem pretensões de disputar a prefeitura.
Ligado ao governador pernambucano Eduardo Campos, que preside o PSB nacional, o ministro Fernando Bezerra aplicou em seu Estado R$ 25,5 milhões do total de R$28,4 milhões pagos em obras autorizadas em 2011 para prevenção de desastres naturais. Deixou apenas R$ 2,9 milhões para o restante do Brasil. Para agravar ainda mais a situação, um petista de Pernambuco destaca que é o sol que castiga o solo local. “Nossa emergência agora não é a água; é o início da seca”, diz um dirigente petista local. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.




Nordestinos

Postado em 3 de janeiro de 2012

Enquanto centenas de sertanejos abandonam seu pedaço de chão, em busca de uma oportunidade no sudeste do país, a política secular dos famosos carros pipa continua para o desespero dos trabalhadores do Nordeste.  A indústria da seca beneficia os políticos, envergonha os trabalhadores e traz desânimo para os pais de famílias.
O que mais entristece o homem é saber que a corrupção é a principal causa da continuidade de tudo isto, é saber que quase 70 bilhões de reais são desviados todo ano para abastecer as contas de políticos corruptos.
Enquanto as verbas são desviadas, as obras, como a transposição, estão paralisadas, e os carros pipa continuam sendo motivo de vergonha para os Nordestinos, embora fonte de renda para os donos dos veículos, que, diga-se de passagem, desenvolvem seu trabalho honestamente.




Será o oitavo

Postado em 3 de janeiro de 2012

A oposição se mobilizou para cobrar explicações do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, sobre a destinação de 90% dos recursos voltados à prevenção de desastres naturais a Pernambuco, seu Estado.
Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo mostrou, nesta terça-feira (3), que a terra natal do ministro recebeu 14 vezes mais dinheiro que o segundo colocado no ranking dos Estados que receberam repasses: o Paraná, onde chuvas fortes provocaram enxurradas e deslizamentos no ano passado.
O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), anunciou que pretende acionar a Comissão Representativa, que funciona durante o recesso parlamentar, para requerer informações ao ministro sobre a concentração de recursos no Estado dele.
– Ele precisa explicar a lógica da divisão desse dinheiro. Tudo isso é suspeito.
“vergonhosa”.
Além de pedir esclarecimentos a Bezerra, a liderança do PSDB na Câmara também vai solicitar informações sobre os investimentos em ações de prevenção feitos pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, comandado por Aloizio Mercadante.
Os tucanos querem saber por qual razão as obras de prevenção a desastres não constam da lista de prioridades do governo, e questionam a concentração dos poucos recursos liberados para o setor – R$ 139 milhões – em Pernambuco.
O líder do DEM no Senado, Demóstenes Torres (GO), classificou a situação como “vergonhosa”.
– É vergonhosa [a concentração de recursos], não porque Pernambuco não mereça, mas porque as maiores áreas de risco estão concentradas no Rio de Janeiro e em Minas Gerais.
As críticas foram endossadas por Rubens Bueno.
– Basta ligarmos a TV ou lermos as notícias dos últimos dias. As enchentes e os deslizamentos estão ocorrendo diariamente em vários Estados, não apenas em Pernambuco.
RECIFE – Um dia depois de O Estado de S. Paulo publicar reportagem revelando que o Ministério da Integração Nacional concentrou em Pernambuco 90% dos gastos da pasta destinados à prevenção e preparação de desastres naturais, como enchentes e desmoronamentos, o governador Eduardo Campos (PSB/PE), comentou nesta terça-feira, 3, o assunto e rebateu duramente que as informações de que seu Estado estaria sendo beneficiado pelo ministro e correligionário Fernando Bezerra Coelho (PSB/PE). As declarações foram dadas durante e após uma entrevista em que o governador fez o balanço da gestão em 2011, à rádio Jornal do Commercio.

Por: O Estado de S. Paulo



ArrozValdivino_post

Vida, patrimônio maior.

Postado em 3 de janeiro de 2012


Dra. Carmem Diana, Paciente e Dr. Auricélio
A saúde pública no Brasil não é uma boa referência. A população reclama muito e com razão dos problemas existentes. Funcionários mal preparados, equipamentos nem sempre funcionam, enfim, entre o paciente e a qualidade há uma enorme distância.
No hospital de Cabrobó a coisa muitas vezes se agrava. Há funcionários que não expressam o amor pelo que fazem, que não respeitam a condição vivida pelo próximo naquele momento, ou seja, que não estão nem aí para um serviço tão importante como o atendimento em unidade de saúde. Entretanto, estes formam a minoria
Dr. Tarcisio Pires Fonseca
A maioria coloca vida a serviço da vida, atuando com respeito aos colegas de trabalho e aos pacientes. Hoje pudemos observar isto em visita ao hospital municipal. Dr. Tarcísio, extremamente atencioso com seus pacientes, chamou a nossa atenção. A Secretária de Saúde do município, Dra. Carmem Diana, ao lado do médico Dr. Auricélio Torres, visitou os cabroboenses recém-nascidos, orientando as mamães, quanto aos cuidados com os seus respectivos bebês. Logo depois, Auricélio entraria novamente na sala de cirurgia para prática de uma atividade rotineira, que muitas vezes o impede de desfrutar até mesmo do carinho dos filhos, mas que, segundo ele, “é o que traz felicidade”, estar próximo do próximo, na permanência da vida. 



Atel

Vereador Dôba

Postado em 3 de janeiro de 2012

No ano que se encerrou o vereador “DôBA” pautou  seus trabalhos  na  saúde   com apresentação  de indicações para implantação dos programas Outubro rosa e na educação com   Casa da Juventude, Casa do Idoso e Casa do Estudante na cidade de Serra Talhada, este último contemplado já no orçamento para 2012 requerimentos diversos e emenda a Lei orgãnica do município.
Contudo a prioridade foi na área da agricultura  conseguindo  com o seu Deputado Estadual Claudiano Martins Filho, presidente da comissão de agricultura na ALEPE horas máquinas para:
-conserto e reforma de açudes para o trabalhador rural;
-construção de piscinas para criação de alevinos para membros de associações rurais, com isto gerando trabalho e renda familiar.




Mudança no Banco Postal

Postado em 3 de janeiro de 2012

O Banco do Brasil assumiu nesta segunda-feira (2) a operação das mais de seis mil agências do Banco Postal, vinculado aos Correios. Até o final do ano passado, o Banco Postal era operado pelo Bradesco.
Com a mudança, os clientes que já possuem conta no Banco Postal e desejam continuar realizando movimentações bancárias pelo canal terão que abrir uma nova conta. Para tanto, é preciso comparecer a uma das agências dos Correios que possuam Banco Postal, munido de CPF, documento de identidade e comprovantes de endereço e de renda (original e duas cópias de cada um desses documentos).
Quem optar por não abrir uma nova conta no Banco Postal passa a ser atendido pela rede de correspondentes do Bradesco.
Nesta segunda, o Ministério da Previdência Social também informou que, em decorrência da transferência do Banco Postal para o Banco do Brasil, os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebiam o benefício pelo Banco Postal passarão a ser pagos pelo Bradesco.




Os Lulas do Brasil 2012

Postado em 3 de janeiro de 2012

Enquanto as promessas de geração de empregos, feita pelo Ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho, fica só no discurso de palanque na Cidade de Salgueiro, os sertanejos de Sobradinho, Juazeiro, Curaçá e outras cidades da Bahia, juntos com pernambucanos de Petrolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Cabrobó, Salgueiro e Terra Nova, além de cearenses de varias cidades, arrumam as malas em busca da sobrevivência no Estado de Minas Gerais.

Não é promessa de político. O funcionário da empresa Paranasa Engenharia e Comercio, o Sr. Isaias Souza Santos, recrutou 200 funcionários entre homens e mulheres para o exercício de varias funções da construção civil.
A empresa, responsável pelas obras de uma hidrelétrica na cidade de Ouro Branco (MG), através do seu representante, falou a nossa reportagem dizendo que serão contratados aproximadamente 500 pessoas até o final de fevereiro. Hoje por volta das 21:00hs viajaram 200 funcionários já contratados.
O sentimento entre os familiares é de alegria, por ver um ente querido com uma oportunidade de emprego, mas, ao mesmo tempo, de tristeza, pois haverá o problema da distância.
Enfim, fica a nossa torcida de que todos tenham sucesso, já que por aqui, a oportunidade de emprego não é tão fácil.



ArrozValdivino_post


Página 3.597 de 3.622« Primeira...102030...3.5953.5963.5973.5983.599...3.6103.620...Última »

Mensagem Biblíca
E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão. Lucas:5:3