Arroz Valdivino - Clique e assista

Parceiros:

Instagram

  • Um ano prspero para cada um de vocs!
  • Niver do filho

Fogo queima encanação e instalação elétrica da Compesa e provoca desabastecimento de água em Belém do São Francisco

Postado em 18 de janeiro de 2018

Agua Compesa

Segundo informações de populares o desabastecimento de água na cidade de Belém do São Francisco, teria sido provocado por um incêndio em plantações próximo ao reservatório da Compesa. Ainda de acordo com as informações repassadas ao Blog, o fogo atingiu instalações elétricas das bombas, também queimou a encanação que leva água para o abastecimento das residências da cidade de cidade de Belém do São Francisco.

Nosso leitor informou ainda que cerca de 20 homens da empresa pernambucana de saneamento, estiveram hoje no local e já conseguiram resolver o problema. O fornecimento de água por parte da Compesa para os belemitas, que foi interrompido desde ontem poderá ser normalizado a qualquer momento.




Uso do nome social de travestis e transexuais nos registros escolares foi homologado

Postado em 18 de janeiro de 2018

NOME_SOCIAL_TRANS

Por Cintia Moreira

Após anos de reivindicação, a resolução que autoriza o uso do nome social de travestis e transexuais nos registros escolares da educação básica foi homologada. Isto significa que, agora, quem for maior de 18 anos pode solicitar que a matrícula nas instituições de ensino seja feita usando o nome social. Já aqueles que são menores de idade, terão que apresentar uma solicitação pelos seus representantes legais.

De acordo com o ministro da Educação, Mendonça Filho, este é um passo importante para o princípio do respeito às diferenças e o combate aos preconceitos.

“Representa um princípio elementar, do respeito as diferenças, do respeito a pessoa humana e, ao mesmo tempo, de um combate permanente, que deve ser prática do Ministério da Educação, ao preconceito, combate ao bullying, que muitas vezes ocorre nas escolas de todo o país. Então eu acho que é um passo relevante para que a gente possa consagrar o princípio do respeito às diferenças e do combate aos preconceitos.”

A professora Luma Nogueira de Andrade, de direitos humanos, gênero e diversidade sexual e gestão escolar, conta que o uso de nome social nos registros escolares da educação básica é uma antiga reivindicação da população trans.

“Eu vivenciei, na minha trajetória de vida, toda esta negação do espaço escolar, de não ser reconhecida enquanto a pessoa que eu me identifico. Então, o nome ser negado significa ao não acesso aos espaços educacionais; portanto se trata de uma negação de um direito fundamental que é a educação. E para respeitar e para tratar bem as pessoas trans, se faz necessário o respeito, primeiro, a sua identificação e a sua existência, que é o nome.”

O uso do nome social por travestis e transexuais já era possível nas inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep, apenas em 2017, 303 candidatos fizeram uso desse direito. São Paulo foi o Estado que teve mais pedidos, com 72 solicitações.

Esta resolução que foi homologada tem como objetivo propagar o respeito à identidade de gênero e minimizar as estatísticas de violência e abandono da escola por causa de bullying, assédio, constrangimento e preconceitos.

Além disso, o texto determina que as escolas de educação básica brasileiras, assegurem diretrizes e práticas para combater qualquer forma de discriminação por conta da orientação sexual e identidade de gênero de estudantes, professores, gestores, funcionários e respectivos familiares.



Marisol

José Messias continua furioso com o prefeito de Cabrobó

Postado em 18 de janeiro de 2018

26903842_399007467220676_897635689627877185_n

O famoso personagem do Facebook, também conhecido como o homem invisível, reapareceu e não dá mais folga ao prefeito Marcilio Cavalcanti. Depois de disparar sua metralhadora contra o gestor por conta da paralisação do recolhimento do lixo hospitalar, José Messias manifestou recentemente sua indignação ao ver as calçadas ocupadas com sobras de construções, segundo ele o prefeito Marcilio Cavalcanti está desrespeitando a mobilidade das pessoas.

O personagem José Messias tem toda razão, principalmente no que diz respeito às calçadas ocupadas com restos de construção. Tudo leva a crer a secretaria de infraestrutura, órgão responsável por fazer o recolhimento desse tipo de material está deixando a desejar. Lembrando que o secretário ainda é Edgar Caldas, que já foi prefeito três vezes de Cabrobó e está no comando da pasta a três administrações seguidas.



FRANK-PREMOLAJE-anigif

Prefeitura articula obra para combater alagamento em ruas da zona norte de Petrolina

Postado em 18 de janeiro de 2018

3d4b7016-13f1-469f-993b-795ce20cadd4 214a4bfc-a7dc-4645-82ae-903194887ac4

Medida impede água da chuva de invadir casas próximas da avenida Antônio Estevão dos Santos, na divisa dos bairros João de Deus e Jardim São Paulo, na zona norte da cidade.

A Prefeitura de Petrolina iniciou, nesta quinta-feira (17), uma obra para solucionar um ponto crítico de drenagem  na avenida Antônio Estevão dos Santos, na divisa entre os bairros João de Deus e Jardim São Paulo, na zona norte da cidade. O local, entre as ruas Jayme Aquino e 04, registrava sérios transtornos em tempos de chuva e agora está recebendo uma intervenção que vai diminuir a possibilidade de alagamentos na área. A expectativa é que o trabalho, realizado pela JB Construções e Engenharia, responsável pela construção do Residencial Jardim São Paulo, seja concluído dentro de 30 dias.

Todo o problema surgiu quando uma vala irregular e emergencial foi feita num terreno próximo de onde se localiza o Residencial Jardim São Paulo. Só que em vez de resolver, a situação se agravou depois que o local foi pavimentado há cerca de três anos, como explica o gerente da JB Construções e Engenharia, Ricardo Simões. “Não sabemos explicar, mas o serviço não feito como deveria, o que resultou num acúmulo de água na área, causando transtornos à população. O serviço executado também não foi de qualidade adequada, visto que em pouco tempo o pavimento do trecho em tela estava cheio de buracos e rachaduras”, detalha Simões.

Comprometidos em resolver a problemática da drenagem, a Prefeitura de Petrolina estabeleceu diálogo com a empresa a fim de encontrar a solução mais adequada para o problema. Um encontro entre a direção da JB Construções e Engenharia e o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Eduardo Carvalho, que representou o prefeito Miguel Coelho, estabeleceu  a parceria. “Nós buscamos aqueles que assim como a Prefeitura estavam interessados em resolver o problema. Cada um definiu o que poderia ser feito e, com a união de todos, estamos começando essa intervenção a fim de que nenhuma família seja prejudicada pela chuva novamente naquela região”, destaca Carvalho.

INTERDIÇÃO

Como todo o pavimento antigo está sendo removido para que a base da pavimentação seja refeita e posteriormente finalizada com concreto, o trecho da avenida já se encontra interditado para o tráfego de veículos. A liberação, só deve ocorrer depois do período de 30 dias, tempo necessário para a realização da obra e do tratamento do concreto, popularmente conhecido como “cura”. A orientação da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) é que os condutores evitem o trecho da avenida Antônio Estevão dos Santos, entre as ruas Jayme Aquino e 04, e circulem pelas vias paralelas.

AsCom Prefeitura de Petrolina



Atel

Policiais da 2ª CIPM realisam bloqueios na BR 428 para garantir mais segurança para quem trafega pela rodovia

Postado em 18 de janeiro de 2018

IMG-20180118-WA0049-vert-horz

Nesta quinta-feira (18), policiais da 2ª CIPM estiveram na BR 428, altura do Alto do Lidio em Cabrobó realisando mais uma operação blitz/bloqueio. O objetivo desse tipo de operação é garantir a segurança de quem trafega pela rodovia federal, onde veículos são parados e minuciosamente revistados e todos os ocupantes são abordados.

Com esse tipo de operação é possível combater o trafego de drogas, bem como evitar os assaltos a mãos armada. No bloqueio realisado na manhã desta quinta (18), foram abordadas 52 pessoas em 18 motos e 6 veículos.

Fonte: SDS – PMPE – DPO – DINTER II – 2ª CIPM



FRANK-PREMOLAJE-anigif

Aplicativo encaminha mais de 235 mil pessoas para vagas de emprego

Postado em 18 de janeiro de 2018

vagas-de-empregos-na-work-able-sp1

São Paulo foi o estado que mais registrou oportunidades

O aplicativo Sine Fácil encerrou 2017 com saldo positivo. No total, 235.601 trabalhadores foram encaminhados para vagas de emprego por meio da plataforma, que é gratuita e pode ser utilizada em Smartphones com sistema Android e IOS. Desde maio do ano passado, quando foi lançado, trabalhadores de todo o país passaram a procurar entrevistas de emprego e se candidatar por meio desse recurso digital.

São Paulo foi o estado líder em geração de oportunidades pelo Sine Fácil, com 83.816 vagas, seguido de Paraná, com 28.816.  A Bahia ficou com o terceiro lugar no ranking, com 22.611 encaminhamentos (veja tabela completa abaixo).

O ministro do Trabalho em exercício, Helton Yomura, salienta que o aplicativo é mais uma das ações do governo federal em prol do emprego formal no Brasil. “A ferramenta faz parte de um pacote de serviços digitais que auxiliam o trabalhador, como a Escola do Trabalhador, o Seguro Desemprego Web e a Carteira de Trabalho Digital”, enfatiza Yomura. O ministro acrescenta que a pasta criou o aplicativo após identificar que havia vagas disponíveis no mercado, mas as informações não chegavam ao conhecimento de quem estava em busca de uma colocação.

Sobre o Sine Fácil – A ferramenta foi desenvolvida pela Dataprev. É possível acessá-la por meio das lojas de aplicativos dos sistemas operacionais. Desde o seu lançamento, mais de 822 mil downloads do aplicativo foram feitos. Para poder utilizá-lo, o trabalhador precisa ter um código de acesso (QR Code), que pode ser obtido no portal Emprega Brasil (https://empregabrasil.mte.gov.br/) ou nas unidades de atendimento do Sine.

Confira os encaminhamentos, por estado, em 2017: Ler Mais




Parceria entre Agrovale e Univasf quer recuperar matas ciliares do Rio São Francisco

Postado em 18 de janeiro de 2018

IMG_7217 IMG_7310-horz IMG_7314-horz

O bioma Caatinga é o único ecossistema integralmente brasileiro e está no mesmo patamar de importância da Amazônia e Pantanal. Nele existem pelo menos 4,5 mil espécies vegetais, embora se acredite que o número seja ainda maior. Segundo o biólogo e professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf, Campus de Ciências Agrárias, Petrolina, PE), José Alves de Siqueira, 41% da região nunca foi investigada. Apesar da relevância para a população local, a Caatinga sofre com invasões de espécies não nativas, desmatamento e degradação ambiental.

Com o objetivo de reflorestar o bioma, incluindo a recuperação das matas ciliares do Rio São Francisco, a Agrovale e o Centro de Referência para Recuperação de Áreas Degradadas da Caatinga (CRAD), da Univasf, iniciaram um projeto de parceria, em 2016, que já apresenta os primeiros os resultados. “A invasão biológica da algaroba, por exemplo, é atualmente um dos maiores gargalos para a recuperação de matas ciliares do Velho Chico. Os esforços concentrados da Univasf com a Agrovale têm potencial para diminuir os impactos negativos da algaroba em nosso ecossistema”, diz José Alves de Siqueira, que é autor do livro ‘Flora das Caatingas do Rio São Francisco (2012)’ e vencedor do Prêmio Jabuti 2013 na categoria Ciências Naturais.

De acordo com a coordenadora da Agrovale, Thaisi Tavares, responsável pelo setor de Meio Ambiente e Qualidade da empresa, a ação conjunta tem efeitos práticos para os cidadãos de Petrolina (PE), Juazeiro (BA) e cidades vizinhas. “Ao buscarmos a conservação das espécies e a reintrodução de espécies nativas, conseguimos um meio ambiente mais agradável, gerando oxigênio mais limpo e temperaturas mais equilibradas”, salienta.

A perspectiva de duração desta parceria é de cinco anos e envolve uma equipe multidisciplinar de biólogos e engenheiros agrônomos. Nesse período, será acompanhado o desenvolvimento de espécies típicas das matas ciliares como jatobá, ingazeira e o marizeiro, a partir do manejo dos locais invadidos pelas algarobas. Ainda durante o trabalho, serão identificados os melhores modelos para a recuperação das áreas ribeirinhas do Velho Chico.

CLAS Comunicação & Marketing




CNI divulga amanhã, às 10h, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) de janeiro

Postado em 18 de janeiro de 2018

FIEC_ICEI

Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgará nesta sexta-feira, 19 de janeiro, às 10h, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) deste mês. A pesquisa mensal será publicada no Portal da Indústria e encaminhada por e-mail aos jornalistas cadastrados.

A pesquisa mostra a percepção dos empresários sobre as condições atuais e as perspectivas para os próximos seis meses da economia e da própria empresa. O ICEI contém informações por setores de atividade (indústrias extrativa, da construção e de transformação), região e porte de empresa.

O levantamento foi feito entre 3 a 16 de janeiro com 2.772 empresas de todo o país. Dessas, 1.091 são pequenas, 1.046 são médias e 635 são de grande porte.

Superintendência de Jornalismo da CNI




População de Belém do São Francisco está na bronca por conta do descaso da Compesa

Postado em 18 de janeiro de 2018

Cano-estourado-ha-dois-dias-alaga-rua-no-bairro-Kaikan

A cidade de Belém do São Francisco, conhecida como terra das ilhas, dos bonecos gigantes, berço da educação, localizada as margens do rio São Francisco no sertão de Itaparica, vem sofrendo há anos com o descaso, em relação aos serviços prestados pela Companhia Pernambucana de Saneamento (COMPESA) e nenhuma providencia por parte das autoridades são adotadas.

Porque será? Prefeito, vereadores, deputados estaduais, federais, senadores que são voltados em Belém do São Francisco, vocês são pagos para defender os interesses que venha beneficiar a sociedade, saiam do lugar de conforto, e de fato, busquem uma resposta junto ao presidente da Compesa, Sr. Roberto Tavares e ao governador de Pernambuco, o Sr. Paulo Câmera.

Se já não bastasse a constante falta d’água quase todos os dias na cidade e no interior do município, outra reclamação constante por parte da população, são os buracos abertos nas ruas e avenidas da cidade, onde a empresa danifica o calçamento, para fazer o concerto  na tubulação que sempre esta estourando por ser antiga, mais não repõe o calçamento, deixando a cidade esburacada, e olhe que já foi implantada uma nova em toda cidade a mais de 3 anos, inclusive com uma nova caixa d’água, mais ate hoje está sem funcionar, o que falta afinal para colocar esse novo sistema em operação, será que é falta de interesse por parte da empresa?

A falta de respeito por parte da empresa é tão grande que a mesma não publica nota a imprensa quando falta água.



Atel

Criminosos explodem caixas eletrônicos de agência bancária em Passira-PE

Postado em 18 de janeiro de 2018

20180118105110453255i

Por Diário de Pernambuco

Um grupo de homens armados explodiu mais uma agência bancária, na madrugada desta quinta-feira (18), em Passira, no Agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Militar, cerca de seis homens chegaram ao local em dois carros e investiram contra o Banco do Brasil da cidade.

Os criminosos teriam efetuado disparos, mas ninguém ficou ferido. Ainda segundo a polícia, dos cinco caixas eletrônicos da agência apenas um foi explodido. O dispositivo de segurança que mancha as notas com tinta foi ativado com a explosão. “Essa é uma das medidas preventivas recomendadas pela Secretaria de Defesa Social aos bancos, para que possam contribuir com a segurança e dificultar a ação de quadrilhas”, disse a PCPE através de nota.

O gerente do banco não informou se alguma quantia em dinheiro foi levada. O efetivo da PM continua em diligências em busca dos suspeitos. O delegado Jean Rockfellerestá à frente das investigações.

De acordo com o Sindicato dos Bancários, com a investida em Passira, foram contabilizadas dez ocorrências em janeiro de 2018. Atualmente, há 39 agências bancárias estão fechadas por explosões em Pernambuco, a maioria no interior do estado.

Confira a nota enviada pela Central Única de Trabalhadores (CUT-PE):

Mais um ato de violência contra uma agência do Banco do Brasil. Esperamos que o governo federal seja ágil em reabrir a agência deste banco público tão importante para população. Esperamos também que as forças policiais sejam efetivas em investigar e debelar essas quadrilhas que causam prejuízos imensos para as populações que ficam desassistidas de serviços bancários. O governo de Pernambuco é responsável pela segurança pública e pelo combate à violência que assola nosso Estado. Em 2017 tivemos um dos anos mais violentos de nossa história. Não queremos repetir isso em 2018. Com esta investida de hoje em Passira, registram-se 10 ocorrências em janeiro deste ano. Até esta data, são 39 agências fechadas por explosões no Estado, a maioria no interior. Minha solidariedade à população de Passira e cidades circunvizinhas. Minha solidariedade também para prefeita Renia.

Carlos Veras

Presidente da CUT-PE



Marisol


Página 6 de 4.075« Primeira...45678...203040...Última »

Mensagem Biblíca
De outra maneira, estando o outro ainda longe, manda embaixadores, e pede condições de paz. Lucas:14:32