Sivaldo de Melo Torres:
Sivaldo de Melo Torres:

Sivaldo de Melo Torres:

1 de dezembro de 2011

Econômia:
Como esperado, a SELIC, taxa básica de juros, caiu de 11,5% para 11% ao ano, mas, o que isso significa exatamente?
Na verdade é menos complicado do que parece, a decisão do Comitê de Políticas Monetária (COPUM) de reduzir a taxa básica de juros visa incentivar o consumo e mitigar os efeitos da crise internacional em nossa economia, é uma equação bem simples.
Consumo elevado (procura maior que oferta) gera aumento de preços e provoca inflação, portanto, nestas ocasiões, visando o combate à inflação, elevam-se os juros, isso reduz a oferta de crédito, diminui o consumo e retém a inflação.
Ao reduzir a taxa básica de juros, o COPUM está decidindo pelo contrário: elevar a oferta de crédito, consequentemente aumentar o consumo, para que o efeito seja a não retração do mercado, a não diminuição do consumo, o que geraria desaquecimento tanto de produção quanto de comercialização, assim como desemprego, e por fim, a crise estaria batendo violentamente em nossas portas.
Esquema Básico:
Consumo elevado
(Procura maior que oferta)
Gera inflação
Ao aumentar os juros inibe-se o consumo e controla a inflação
Baixo Consumo
(Oferta maior que procura)
Gera retração
Desaceleração da economia
Desemprego
Ao diminuir os juros, incentiva-se o consumo e mantém o ritmo do mercado. Na dosagem certa não eleva a inflação.
Essa foi mais uma decisão acertada do COPUM, significa que o Brasil está adquirindo maturidade em assuntos econômicos.

[lateral] Zilda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *