Vereadores de Salgueiro manifestam indignação com o corte no fornecimento de água por parte do Exercito Brasileiro
Vereadores de Salgueiro manifestam indignação com o corte no fornecimento de água por parte do Exercito Brasileiro

Vereadores de Salgueiro manifestam indignação com o corte no fornecimento de água por parte do Exercito Brasileiro

3 de Maio de 2018

O abastecimento de água através de carros pipa de responsabilidade do Exercito Brasileiro está suspenso desde o dia 1º deste mês, a decisão foi tomada pela secretaria nacional de proteção e defesa civil, órgão do governo federal que administra a distribuição da água para as famílias que moram em áreas castigadas pela seca. Na nota a secretaria alega que o motivo da suspensão dos municípios atendidos pela OCP decorre da falta de regularização da situação emergencial dos mesmos junto á SEDEC, os quais se encontram na situação de “sem reconhecimento federal da situação de emergência decretada pelos desastres da seca/estiagem”.

Com essa decisão fica suspenso o abastecimento de água dos seguintes municípios de Pernambuco: Afrânio; Araripina; Belém do São Francisco; Bodocó; Cabrobó; Carnaubeira da Penha; Cedro; Dormentes; Exú; Floresta; Granito; Ipubí; Itacuruba; Lagoa Grande; Moreilandia; Orocó; Ouricuri; Parnamirim; Petrolina; Salgueiro; Santa Cruz; Santa Filomena; Santa Maria da Boa Vista; Serrita; Terra Nova e Trindade.

Diante dessa situação os vereadores da cidade de Salgueiro, Pedro de Compadre e Antonio Pires, resolveram manifestar total indignação contra a decisão do governo federal. Os mesmos disseram ainda que muitas famílias do município de Salgueiro estão prejudicadas por conta do corte no fornecimento da água, eles disseram ainda que a justificativa apresentada pelo governo federal não faz sentido, uma vez que, o volume de água que caiu no município não é suficiente para garantir que essas famílias não necessitem da ajuda por parte do poder público.

Assista aos vídeos com as declarações dos dois vereadores:

FACESF POS GRADUACAO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *