Armando Monteiro ironiza Geraldo Julio e diz que socialistas adoram patrões, desde que seus aliados

0

armando marcha dos prefeitos

O senador Armando Monteiro Neto, do PTB, reagiu às críticas do prefeito Geraldo Julio acusando-o de agir com preconceito em relação a ele.

“Essas críticas revelam o despreparo dele para o debate político. Revelam preconceito. Não é só no Executivo que se desempenha a função pública. a atividade parlamentar também é uma função pública. Não fui da burocracia, esta experiência eu não tenho, mas minhas experiências foram sempre exercidas através do voto, enquanto alguns estiveram investidos pela vida da nomeação”, atacou, com ironia.

Em outra argumentação, lembrou a eleição para o Senado.

“Porque recomendaram (meu nome para o senado) à época? Se era alguém que não tinha qualificação?”, observou.

Em outra ironia, usando o programa do partido, socialista, Armando Monteiro afirmou que as críticas aos patrões poderiam ser interpretadas como uma reinterpretação do manifesto socialista.

“Eles adoram patrão, quando estes estão junto deles. É o caso de Paulo Skaff (São Paulo, da Fiesp), Jorge Gerdau, o dono da Friboi. Tem também o Mauro Mendes, prefeito de Cuiabá, maior empresário do Estado. Não tinha experiência política e foi eleito pelo PSB. De modo que eles adoram patrão”, criticou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome