As dificuldades de um iniciante na política

0

paulo-suado21

Já aconteceram varias disputas eleitorais em que o padrinho de uma candidatura verdadeiramente fez a diferença na hora do voto, Miguel Arraes elegeu dois senadores em 1986, os desconhecidos Manssueto de Lavour e Antonio Farias, Osvaldo Coelho elegeu seu filho Guilherme Coelho, prefeito de Petrolina em 1988, em disputas recentes, Lula elegeu Dilma Presidenta em 2010 e Hadad prefeito de São Paulo em 2012, no mesmo ano Eduardo elegeu Geraldo prefeito do Recife.

O que fez a grande diferença foi exatamente a presença do padrinho político, principalmente porque eles (os padrinhos), todos gozavam de enorme credibilidade perante a opinião pública. Portanto, o povo passou a ser atraído pela presença do padrinho político e não do afilhado. O que poderá dificultar a caminhada de Paulo Câmara, pré-candidato ao governo de Pernambuco, não é apenas o fato dele ser desconhecido e sim, o fato dele não contar com o sustento permanente da imagem do ex governador Eduardo Campos, uma vez que o socialista, hoje, em novo endereço, está preocupado apenas com o projeto nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome