Basta um novo fato e o Congresso Nacional se mobiliza para chamar a atenção da sociedade

0

Joao-helio-30-01-08 rebeliao-em-presidio-do-maranhao-deixa-13-mortos-e-dezenas-de-feridos-andre-mansur cinegrafista da band

Foi assim no caso do menino João Helio de 6 anos de idade, brutalmente assassinado no Rio de Janeiro em fevereiro de 2007. É o caso mais recente do presídio do Maranhão, em que vários detentos foram mortos. Não poderia ser diferente no caso do cinegrafista da TV Bandeirante, morto quando cobria uma manifestação.

O Brasil já está cansado de tanta impunidade, de Leis frágeis que protege mais o bandido que a própria sociedade. É preciso sim, que todos se sintam indignados com tanta barbaridade acontecendo por todo o canto, todos os dias e todas as ocasiões. Não é difícil chegar a conclusão que grupos orquestrados, com o único intuito de bagunçar, vão as ruas e praças, se infiltram em meio aos manifestantes para praticarem a desordem pública.

Nas manifestações de junho do ano passado, os mesmos bagunceiros escondidos por trás de mascaras, estavam lá no meio das manifestações e com as mesmas armas, praticando os mesmo crimes. A diferença é que no ano passado ninguém se feriu tão gravemente, infelizmente esse ano foi o cinegrafista da TV Bandeirante.

Quase um ano se passaram da primeira manifestação, o que foi feito para evitar situação dessa natureza? Será que só agora a véspera de eleições é que estão preocupados com a segurança da sociedade? Ou será que a preocupação é procurar formulas de evitar o desgaste da imagem dos próprios políticos?

É preciso sim, que se adotem medidas para coibir tais abusos, que seja aprovada Leis para punir com rigor os desordeiros, não quem verdadeiramente que apenas manifestar contra o que está errado. O Estado tem a obrigação de garantir ao cidadão o direito da manifestação, assegurando-lhes proteção e permitindo que as manifestações transcorram com a mais absoluta tranqüilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome