Envolvidos no assassinato do Indio Mozenir Araújo são condenados a 30 anos de prisão

1

Julgamento

O Tribunal do Júri Popular em Petrolina julgou condenou os quatro acusados do homicídio do índio Truká, Mozenir Araújo de Sá, assassinado no ano de 2008 na cidade de Cabrobó Serão do Estado de Pernambuco. Ao final dos debates entre acusação e defesa, o Conselho de Sentença entendeu ser culpados tanto o executor quanto aos três mandantes, todos foram condenados por homicídio com quatro qualificadoras. Pena máxima: 30 anos para cada um.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome