Marcha da Família tem confronto no Rio

0

marcha no rio

A Marcha da Família com Deus pela Liberdade, realizada no Centro do Rio de Janeiro neste sábado, 22, teve momentos de tensão e quase confronto físico entre militantes de direita e de esquerda.

Policiais militares fizeram um cordão de isolamento entre as duas manifestações, mas houve um momento em que integrantes dos dois lados furaram o bloqueio. Houve corre-corre, e a Polícia acabou forçando os manifestantes de esquerda a se afastar do local. Após a confusão, os grupos permaneceram na região, mas afastados e com uma “fronteira” formada por PMs que impediam confrontos.

Antes do tumulto, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) participou da Marcha. Oficial da reserva do Exército, o parlamentar disse, no entanto, que não é favorável à proposta de intervenção militar, que, segundo ele, “descaracteriza o movimento”.

“Estou aqui como patriota. Este governo, aos poucos, via legislação, busca cercear os direitos individuais dos cidadãos”, declarou o político, cujo partido integra o governo federal e o apoia no Congresso Nacional.

Entre as palavras de ordem da Marcha, estava: “Da liberdade não abro mão. Pela família, eu quero intervenção” e “Defesa da família não é golpe militar, é deixar a pátria livre para a ordem governar” e “Comunas não passarão” – inversão de um lema antifascista da Guerra Civil Espanhola (1936-39).

Com informações do Estadão.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome