Ministério Público Federal pede prisão o pernambucano Pedro Correa (PP)

0

rodrigo janot pgr e pedro correa

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ontem (29) parecer ao STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo que seja determinada a prisão imediata do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE) e do ex-vice-presidente do Banco Rural Vinicius Samarane, condenados no mensalão.

A decisão tem potencial para provocar uma nova sequência de prisões do mensalão. Nos dois casos, Janot entendeu que não cabem os recursos chamados de embargos infringentes porque eles não registraram ao menos quatro votos pela absolvição. Esse tipo de recurso leva a um novo julgamento.

O entendimento do Ministério Público Federal deve ser mantido para outros quatro réus: os deputados Valdemar Costa Neto (PR-SP), Pedro Henry (PP-MT), o ex-deputado Bispo Rodrigues (PL-RJ) e Rogério Tolentino, ex-advogado do operador do mensalão Marcos Valério, que também apresentaram recursos sem os votos necessários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome