Oposição protocola pedido de CPMI para investigar Petrobras

0

petrobras cpi 2

Líderes de partidos de oposição protocolaram, há pouco, na Mesa do Congresso Nacional, requerimento para criação de comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) para investigar denúncias de irregularidades na Petrobras. A oposição conseguiu 232 assinaturas de deputados e 30 de senadores. Eram necessárias 171 de deputados e 27 de senadores.

De acordo com o requerimento, a criação da a CPMI é para investigar ‘irregularidades ‘ na empresa estatal, ocorridas entre os anos de 2005 e 2014 e relacionadas à compra da Refinaria de Pasadena, no estado norte-americano do Texas, ao lançamento de plataformas inacabadas, ao pagamento de propina a funcionários da estatal e ao superfaturamento na construção de refinarias.

Após protocolar o requerimento, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que o objetivo da CPMI é investigar denúncias que se sucedem, a cada dia, relacionadas à Petrobras. ‘O que nós queremos é o que os brasileiros querem: a apuração e investigação das denúncias. Nós não pré-condenamos ninguém. [A CPMI} é a oportunidade de o governo explicar [as denúncias]’, disse o senador.

Aécio disse que apresentará questão de ordem, ainda hoje, no plenário do Senado para que seja convocada, o quanto antes, sessão do Congresso Nacional para fazer a leitura do requerimento de criação da CPMI. Por se tratar de comissão mista, composta de deputados e senadores, o requerimento só pode ser lido em sessão do Congresso Nacional.

Assinaram o requerimento praticamente todos os deputados da oposição, além de muitos da base governista. Ou seja, o requerimento tem assinaturas de deputados do PSDB, DEM, PPS, PSB, PSOL, SDD, PMDB, PSD, PV, PDT, PCdoB, PR, PSC e PP.

Com informações da Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome