Para Eduardo campos (PSB), Dilma do PT parou o Brasil.

0

marina-e-dudu-juntinhos

Possível candidato à Presidência da República nas eleições de outubro, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), afirmou nesta terça-feira (4) ter a “percepção clara” de que o Brasil “parou” e “saiu dos trilhos” do desenvolvimento. No auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, em Brasília, Campos lançou, ao lado da ex-senadora Marina Silva (PSB-AC), as diretrizes para uma eventual gestão na Presidência.

“É possível fazer melhorar o Brasil e fazer com que o país não saia dos trilhos. Seja em um assentamento rural, periferia no Sudeste ou qualquer cidade na Amazônia Legal que vamos, temos a clara percepção que as pessoas estão vendo que o país parou, saiu dos trilhos que vinha, que com idas e vindas estava avançando”, ressaltou o presidente do PSB.

De acordo com Campos, a “sensação” de que o Brasil “freou” impôs ao PSB lançar candidatura própria à Presidência da República. “De repente, houve a sensação da freada.  Essa percepção clara impõe [uma atitude] ao PSB, que ajudou a construir a vitória do governo em 2010, a tomar a decisão unânime e mais dura [de se afastar do PT]”, disse.

Com informações do G1.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome