Para FHC, Eduardo Campos está equivocado em atacar Aécio Neves

0

fhc-624x416

Principal liderança política no PSDB, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso classificou como equivocada a decisão do ex-governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB) de elevar o tom contra o senador mineiro Aécio Neves (PSDB), também candidato à Presidência.

“Acho que foi um equívoco. Ele precisa se firmar, e não vai fazer isso atacando o Aécio. Não sei se ele vai endossar essa linha ou se foi interpretação. Mas não começou a briga eleitoral ainda”, afirmou FHC.

Há 15 dias, Campos começou a buscar se diferenciar de Aécio, que aparece a sua frente nas pesquisas de intenção de voto. Ambos buscam disputar o segundo turno das eleições presidenciais contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

A deixa foi o suficiente para que Aécio e a ex-senadora Marina Silva (PSB/Rede), que será vice do pernambucano, passassem a trocar farpas publicamente. Marina chegou a dizer que Aécio cheira à derrota e não tem humildade.

Energia – Apesar da avaliação, FHC endossou a comparações feitas por Eduardo entre as crises no setor elétrico enfrentada pelos tucanos em 2001 e por Dilma agora e disse que a atual é mais grave.

“Se essa crise atual tivesse ocorrido naquelas condições, já teria havido racionamento. Agora a situação é mais manejável porque há termoelétrica e conexão das redes. Mas isso aumenta o custo”, declarou o tucano.

Para FHC, porém, não se pode criticar Dilma pela falta de chuvas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome