Parabéns Cabrobó! Da Família Missionária para a Cidade

0

Felicitações pelos 91 anos da Cidade!

Parabéns Cabrobó! O século era XVIII, mais precisamente, no início da metade do século começava seu povoamento em torno de uma aldeia de índios. Nesse mesmo período, Deus levanta na Inglaterra homens como John Wesley, George Whiterfield e outros que foram revestidos de especial graça. Homens que não hesitavam em proclamar uma pregação viva em que levava o homem ao arrependimento. Os altares eram vívidos e nessa mesma época a Inglaterra mudou, isso porque milhares de pessoas foram transformadas.

O mesmo Século ficou conhecido como o Século das luzes, pois neste mesmo tempo, o movimento do iluminismo ganhava força na França. Não poderia deixar de citar a bandeira Mineira que tem expressões fortíssimas herdadas desse movimento, que em latim está contornada com o “LIBERTAS QUAE SERA TAMEN”, que significa “Liberdade ainda que tardia”.

É de grande valia a aproximação da querida Minas Gerais, nas linhas desta carta, pois é na Serra da Canastra que nasce o conhecido rio São Francisco, o famoso Velho Chico que irriga e contribui com esse terra.

O Racionalismo trouxe em suas asas a ideia de que a razão humana é o supremo tribunal aferidor da verdade. O Iluminismo colocou o homem no centro do universo. A Alta Crítica faz uma releitura da Bíblia e assaca contra ela pesadas acusações. Acusam a Bíblia de ser um livro eivado de erros e prenhe de mitos. O resultado é que esse viés teológico, como um veneno letal, devastou a igreja onde chegou. Os seminários, que outrora formaram teólogos, pastores e missionários, agora, plantam ceticismo, promovem incredulidade e espalham apostasia. Os sinais da devastação provocada pelo liberalismo teológico podem ser vistos na Europa, na América do Norte e também no Brasil.

A história mostra que, na paralela do embrião daquele povoado que foi elevada à categoria de cidade, em 11 de setembro de 1928, os aclives e declives são o marco de uma jornada.

Em 2005, a cidade ficou sob holofotes com a obra da transposição em pleno sertão. A cidade poderia ter usufruído mais, quem sabe uma faculdade para formar nossos filhos, ajudando-os com uma profissão! Um apelo aos governantes; deixo minha voz em boa audição.

No início desse ano, eu e minha esposa Mariana Siqueira, chegamos a esta amável cidade com uma missão. Vocês nos receberam com muito carinho e amor. O famoso clichê que são hospitaleiros é verdade e são nobres cidadãos.

Tenho a vocação pelo novo, pelo próximo, pelo cuidado e como pastor afirmo o nosso desejo em servir essa cidade, pois não acredito em uma igreja de quatro paredes, pensando sempre no alcance da próxima geração.

Meu desejo é que a Igreja Batista Missionária não seja um lugar para se frequentar, mas uma Família para Pertencer. Um lugar de cuidar e ser cuidado, um lugar de amar e ser amado. Sendo assim, farei de tudo para impulsionar nossas famílias a se envolverem com as problemáticas da cidade.

Em breve, desenvolveremos um projeto em que o cuidado estará em cada cantinho de nossa cidade.

Continuarei impulsionando nossos filhos na fé para permanecerem por toda a cidade fazendo a diferença. Há alguns anos já estamos nos hospitais e também na prisão, levando esperança e uma palavra de direção.

Nossa igreja está vivendo, neste ano, um momento de transição que tem o objetivo de abençoar ainda mais as pessoas. Meu desejo é ver nossa Cidade e nossa Igreja caminhando juntas.

Aproveito a oportunidade e agradeço aos cidadãos cabroboenses que sempre prestigiam a Feira Missionária, o maior projeto beneficente na região que visa o Campo Missionário. Nosso muito obrigado!

Enfim, queremos ser um presente de Deus para a nossa cidade. Você é o melhor presente que Cabrobó pode receber. Um cidadão de família, honesto, verdadeiro, justo e que sempre olha ao redor a situação daqueles que estão além de si mesmos.

Agradecemos a Deus pela nossa cidade e oramos para que ela cresça, acolhendo todos os filhos que nela nascem ou chegam.

Carinhosamente;

Pastor Arlen Siqueira

Igreja Batista Missionária de Cabrobó

Cabrobó, 11 de Setembro de 2019

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome