Policia Federal vai investigar quem foi o responsável pela distribuição dos resultados de pesquisa fraudulenta em 2012

0

concurso-policia-federal

O caso da distribuição de material contendo resultados de uma pesquisa eleitoral, possivelmente fraudulenta, vai ser investigado pela Policia Federal com Delegacia Regional em salgueiro. Em 2012 na cidade de Cabrobó-PE, a coligação “O Trabalho Continua” do então candidato e hoje Prefeito, Auricélio Torres (PSB), entrou com ação junto a Justiça Eleitoral, acusando a coligação “Cabrobó Unida, Mais Forte e Melhor”, do candidato Antonio de Nestor, de ter feito distribuição de material contendo resultados de uma pesquisa eleitoral.

A distribuição foi feita as vésperas do dia da eleição, a coligação “O Trabalho Continua”, acusa a coligação adversária de ter manipulado os números, com a intenção de confundir o eleitorado e se beneficiar com isso. Entendo a complexidade da coisa, bem como a falta de provas contundentes, não da pratica do crime, mas, de quem o praticou, o Ministerio Público na pessoa do Promotor de Justiça, Dr. Julio Cesar Cavalcante Elihimas, sugeriu a suspensão do processo, sendo enviado a Policia Federal todo o material, para um aprofundamento nas investigações, sugestão que obteve a concordância dos representantes de ambas as partes.

Dessa forma o Juiz de Direito da Comarca de Cabrobó-PE, Dr. Marcus Cesar Sarmento Gadelha, proferiu o despacho deferindo o pedido ministerial nos termos requerido. Sendo assim, fica o processo suspenso pelo prazo de 90 dias, razão pela qual é necessária uma investigação criminal mais detalhada para que se possa chegar ao autor do crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome