Prefeitura de Cabrobó responsabiliza o ex prefeito Eudes Caldas por debito na ordem de 616 mil reais

0

Eudes Auricelio Romero

Em entrevista concedida a uma radio local no inicio da tarde desta sexta feira, o prefeito Auricélio Torres (PSB) falou de vários temas de interesse da população. Em relação ao programa habitacional que é criticado por grande parte da população, o prefeito lembrou que se houveram erros no passado, ou seja, na gestão anterior, isso não significa que as coisas vão continuar da mesma forma, pelo fato do secretário ser o mesmo, o prefeito agora é ele (Auricélio). O prefeito ainda disse que as pessoas que se sentirem injustiçados devem procurar o MPPE, lá é o forum adequado para denunciar possíveis irregularidades por parte de gestores públicos.

O prefeito Auricélio falou da aliança com o PT, Auricélio lembrou que até o momento não tomou nenhuma iniciativa de rompimento, essa foi sua postura com os vereadores que romperam com o governo, da mesma forma, com o ex prefeito Eudes Caldas. Com o PT não está sendo diferente, se houver rompimento não será por iniciativa do governo, Auricélio acrescentou que está aberto para as conversações com o vereador Paulo, pelo que foi colocado na entrevista, é possível acomodar o partido na Secretaria de Governo.

Outro tema tratado pelo prefeito Auricélio Torres (PSB) diz respeito diretamente ao seu antecessor Eudes Caldas, segundo Auricélio o municipio está inabilitado para receber repasses de dinheiro público federal, por conta de irregularidades nas obras do saneamento básico da cidade, a obra foi iniciada e paralisada na gestão de Eudes Caldas (PTB). O municipio de Cabrobó tem para receber até o final deste ano 700 mil reais em emendas parlamentar, a preocupação no momento é quanto à impossibilidade dos repasses serem efetuados, o problema é que o municipio de Cabrobó por conta de descumprir acordo anterior com a Codevasf no valor de R$ 616.755,13, foi incluído na relação de municípios inadimplentes, o que significa, está impossibilitado de receber verbas públicas federal. O prefeito Auricélio Torres assessorado por sua equipe jurídica, entrou com uma ação na justiça contra o ex prefeito Eudes Caldas, responsabilizando o mesmo pelo debito junto a Codevasf, com isto, retira o nome do municipio da relação de inadimplentes.

Esse é mais um problema do ex prefeito Eudes Caldas, no inicio do ano a câmara municipal de vereadores de Cabrobó, votou favoravelmente ao relatório do Tribunal de Contas do Estado, no mesmo os Conselheiros recomendaram a rejeição das contas do petebista referente ao exercicio financeiro de 2011. Não bastasse às contas rejeitadas, Eudes fica inelegível por pelo menos 8 anos, não fosse tudo isso já suficiente, recentemente o TCE determinou que o ex gestor devolvesse aos cofres públicos algo em tono de 394 mil reais, agora o problema passa a ser maior ainda, com a ação judicial movida pelo atual gestor, o anterior, ou seja Eudes Caldas, tem outro problema, agora com valor de quase 620 mil reais, corrigidos ultrapassa a casa de hum milhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome