Vereador Luiz Bernardino da cidade de Orocó condena atitude do prefeito Dedi

0

camara orocó luizcamara orocó

Na sessão na semana passada os vereadores de Orocó rejeitaram o Projeto de nº 015/2013 da lavra do poder executivo, através do mesmo o prefeito Reginaldo Crateú (DEDI), pedia ao poder legislativo credito suplementar na ordem de pouco mais de 2 milhões de reais, na mensagem enviada a câmara o executivo informava apenas que os recursos seriam destinados para a construção de postos de saúde, explicações insuficientes segundo a maioria dos vereadores presentes na sessão. Não satisfeito com a decisão da casa legisladora, o prefeito emitiu nota a população fazendo uso dos serviços de carros de som e radio local. Na nota a administração acusou os vereadores que votaram contra de estar barrando melhorias para a cidade, a reação dos vereadores acusados foi imediata, fazendo uso dos mesmos meios de comunicações, os parlamentares esclareceram a população os motivos pelos quais votaram contra o projeto.

Na sessão desta quinta feira vários seguimentos da sociedade se fez representados, acompanhando de perto qual o rumo que se daria para uma questão que mexeu com os ânimos de todos. Falava-se nos bastidores, que o executivo iria enviar um novo projeto, o que terminou não acontecendo. Ainda com os ânimos a flor da pele os parlamentares justificaram seus posicionamentos, repetindo que votaram e votariam de novo se o projeto fosse reenviado. Damiana (PSB) fez questão de dizer que não é contra o governo, não está rompida com a administração, no entanto, não poderia votar em um projeto que não tem uma especificação de gastos. Antonio Simplicio (PSD) foi enfático ao falar, que votou e vota quantas vezes for necessário, em um projeto que não traz nenhuma solução para os graves problemas na saude local. Luiz Bernardino (PT) partido do prefeito Dedi, classificou de infeliz a idéia do prefeito de tentar manchar a imagem dos vereadores perante a opinião pública, para o petista tudo isso é fruto da falta de consideração do executivo com o legislativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome