Arroz Valdivino - Clique e assista

Parceiros:

Instagram

  • Niver do filho

Obras do saneamento do Bairro Vila IPA em Cabrobó foi retomada hoje com a chegada da tubulação

Postado em 9 de novembro de 2017

thumbnail_20171023_153954 (1)

Uma boa noticia para os moradores da parte alta do Bairro Vila IPA em Cabrobó, a tubulação para o saneamento já chegou e está sendo colocado na primeira Rua onde foi feito a escavação. A notícia foi dada logo cedo pela empresa responsável pelas compras dos tubos, em seguida o secretário de infra-estrutura, Edgar Caldas, informou que uma equipe de sua pasta já se encontra no local colocando os tubos.




Gonzaga Patriota explica benefícios da Interligação dos rios Tocantins e São Francisco ao programa PalavrAberta, na TV Câmara

Postado em 9 de novembro de 2017

Gonzaga Patriota explica benefícios da Interligação dos rios Tocantins e São Francisco ao programa PalavrAberta, na TV Câmara

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) explicou ontem (08), em entrevista durante o Programa PalavrAberta, na TV Câmara, detalhes da Interligação dos rios Tocantins e São Francisco. A PL 6569/2013 foi aprovada em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados em 31 de outubro deste ano e enviada ontem (08) ao Senado, pela Mesa Diretora do Parlamento.

“Este não é um projeto de Gonzaga Patriota. É um projeto do Parlamento, da sociedade brasileira, que obviamente ama  o nosso Nordeste. Vamos trabalhar para isso ser aprovado ainda este ano. Acreditamos que com o senador Antônio Carlos Valadares na relatoria, vamos conversar com o presidente [do Senado] Eunício Oliveira e vamos correr, juntos para que a proposta seja aprovada sem emendas, entre novembro e dezembro. Acredito que ainda este ano o presidente Temer a sancione, pois não temos mais como esperar. Passamos 27 anos para aprová-lo na Câmara e espero que passe só 27 dias no Senado”, destacou Patriota ao repórter Juliano Pires.

A proposta já conta com R$ 600 milhões destacados no Orçamento Geral da União através de emenda do deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE). Com atraso no andamento em 2017, o recurso será reduzido em R$ 150 milhões, restando R$ 450 milhões para viabilização do projeto de engenharia. A empresa que dará o pontapé inicial na realização do projeto de viabilidade é a Engesoft Engenharia, que ganhou uma licitação já promovida pelo Ministério da Integração Nacional. “Queremos que a obra seja tocada pelo Exército, que goza de credibilidade no Nordeste pela segurança e durabilidade de seus empreendimentos”, disse. Ler Mais




Cabrobó está em primeiro lugar no Vale do São Francisco a implantar políticas de desenvolvimento, segundo o Sebrae

Postado em 9 de novembro de 2017

Cabrobó está em primeiro lugar no Vale do São Francisco a implantar políticas de desenvolvimento, segundo o Sebrae

Foi anunciado no último fim de semana pelo SEBRAE Pernambuco que o município de Cabrobó, distante 530 km do Recife/PE é o primeiro município do Vale do São Francisco e o terceiro de Pernambuco a ter uma política municipal de desenvolvimento empreendedor. O primeiro foi Itapissuma e o segundo Afogados da Ingazeira. Cabrobó atingiu 100% de implementação em todos os eixos da Política de Desenvolvimento do Sebrae.

As etapas foram divididas entre a implementação da Sala do Empreendedor com orientação e capacitações para a formação de micro empreendedores individuais – os MEIs, implantação da RedeSim, formação de Agentes de Desenvolvimento, e abertura de editais para as compras públicas de produtos da Agricultura Familiar e dos Pequenos Negócios.

“Atingimos 100% em todos os eixos da política de desenvolvimento municipal com a participação efetiva dos agentes públicos através da Sala do Empreendedor sob a orientação da equipe do SEBRAE Pernambuco”, destacou o Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Elioenai Dias.

O município tem em suas principais atividades econômicas de pequeno e médio porte o comércio e a agricultura familiar. “Formalizar as atividades é possibilitar geração de renda e receita para o município. Cabrobó sai na frente dos municípios que compõem o Vale do São Francisco e conquistou o terceiro lugar no estado. Essa é uma conquista da população e nós reforçamos a filosofia de uma gestão pública eficiente, direcionada para o crescimento sócio econômico da população!”, lembrou o prefeito Marcilio Cavalcanti, premiado nacionalmente como gestor técnico.

Texto: Ascom Cabrobó / Imagem: Fonte Sebrae-PE




PF deflagra operação contra desvio de recursos públicos na Casa Militar do governo de Pernambuco

Postado em 9 de novembro de 2017

palcionoite

Operação foi batizada de ‘Torrentes’ e investiga, nesta quinta (9), fraudes em ação de reconstrução de cidades castigadas pelas chuvas em 2010 e em 2017, na Zona da Mata Sul. Estão sendo cumpridos 71 mandados judiciais.

A Polícia Federal em Pernambuco (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (9), uma ação no Grande Recife. A ‘Operação Torrentes’ tem como objetivo desarticular um esquema criminoso de desvio de recursos públicos, fraudes em licitações e corrupção de servidores públicos ligados à Casa Militar do governo do estado. Segundo a corporação, há suspeita de irregularidades no transcorrer dos projetos de reconstrução de cidades da Zona da Mata Sul atingidas por enchentes em 2010 e em 2017. Os gastos nas intervenções chegaram a R$ 450 milhões.

Os agentes federais estão cumprindo 71 mandados judiciais. São 36 de busca e apreensão, 15 de prisão temporária e 20 de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para a sede da PF para prestar depoimento. Também houve uma condução coercitiva no Pará.

Segundo a PF em Pernambuco, a investigação teve início em 2016, a partir de um relatório elaborado pela Controladoria-Geral da União. O dinheiro usado no processo de reconstrução das cidades castigadas pelos temporais, em 2010, foi repassado pelo governo federal.

A corporação informou também que foi verificado que, dependendo do objeto licitado, funcionários da Secretaria da Casa Militar direcionavam os contratos a diversos grupos empresariais em troca de contrapartidas financeiras. Para a polícia, há, ainda, indícios de superfaturamentos e não execução de contratos.

A PF ressaltou, ainda, que foram detectados fortes indícios de superfaturamento em alguns contratos firmados pela Secretaria da Casa Militar, com recursos públicos federais, na ‘Operação Prontidão’. Essa ação teve como objetivo reconstruir municípios da mesma região do estado, atingidos, uma vez mais, pelas chuvas de maio deste ano.

Além do prédio da Casa Militar, foram alvo das ações a Vice-Governadoria de Pernambuco, em Santo Amaro, na área central da capital. As equipes cumpriram mandados em uma residência na Rua da Harmonia, em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. A corporação também realiza buscas em um prédio localizado no bairro de Casa Caiada, em Olinda. A PF vai divulgar mais detalhes às 10h desta quinta.

Operação – Nesta quinta, 260 policiais federais de 10 estados e 25 servidores da Controladoria-Geral da União-CGU participaram da ‘Operação Torrentes’. Eles foram distribuídas em 44 equipes. Também foi determinado o sequestro e a indisponibilidade dos bens dos principais investigados. O nome Torrentes faz alusão as enchentes que devastaram diversos municípios da mata-sul.

Todos os presos serão levados para a sede da PF, na área central do Recife. Dependendo do grau de participação e envolvimento, eles responderão pelos crimes de peculato, fraude em licitação, corrupção ativa e passiva e associação criminosa. As penas ultrapassam os 25 anos de reclusão.

Após serem ouvidos todos serão encaminhados para fazer exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), na área central da cidade, e compareceram à audiência de custódia. Caso sejam confirmadas as prisões, os civis serão encaminhados para o Cotel, na Região Metropolitana, e Colônia Penal Feminina, na Zona Oeste do Recife. Os militares seguirão para uma instituição designada pelo Comando da Polícia Militar de Pernambuco.

Prejuízos – Os prejuízos aos cofres públicos ainda estão sendo contabilizados. Segundo a PF, apesar das solicitações feitas pela Controladoria-Geral da União, a Casa Militar não enviou os comprovantes de despesas que são essenciais para efetuar o levantamento.

Instituição – A Casa Militar é o órgão da administração direta, subordinado diretamente ao governador do estado. As funções abrangem a segurança da máxima autoridade, a sede do governo e a ajudância-de-ordem do presidente ou governador. O Secretário-Chefe da Casa Militar possui as mesmas prerrogativas, direitos e vantagens atribuídas aos secretários de estado.



Atel

Resultado preliminar do concurso público do TJPE é divulgado

Postado em 9 de novembro de 2017

TJPE

Lista com as notas da prova objetiva está disponível na internet. Ao todo, 179.548 pessoas se inscreveram para concorrer às 109 vagas.

Foi divulgado o resultado preliminar da prova objetiva do concurso público do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Ao todo, 179.548 inscritos para concorrer às 109 vagas, destinadas para técnicos de nível médio e para analistas de nível superior, além de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 4.222,45 (médio) a R$ 5.502,12 (superior).

No site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IFBC), também estão disponíveis, o resultado dos recursos do gabarito e a folha de respostas. Este último material, no entanto, fica disponível até sexta-feira (10).

As convocações para perícia médica dos habilitados na prova objetiva, tanto os de ampla concorrência quanto os com deficiência, e para aferição da veracidade da autodeclaração como pessoa negra, ficam disponíveis para consulta no site do IFBC a partir das 16h da segunda-feira (13). As perícias e o procedimento acontecem no Recife nos dias 18 e 19 de novembro.

Polêmicas – Após a realização do certame, no dia 15 de outubro, no Recife, diversos candidatos pediram a anulação do concurso devido a denúncias de irregularidades durante a aplicação das provas. Segundo alguns dos inscritos, não havia fiscais para acompanhar os candidatos até o banheiro e, em alguns dos locais de prova, a folha de respostas estava sendo anexada à redação.

Em nota enviada à reportagem no dia 17 de outubro, o TJPE afirmou que não tolerará irregularidades e que a “empresa atendeu a todos os itens estabelecidos no edital de licitação, sendo, por esse motivo, habilitada para a realização do certame”.



ArrozValdivino_post

SemiáridoShow vira feira de conhecimento e reivindicações em Petrolina

Postado em 9 de novembro de 2017

SemiáridoShow vira feira de conhecimento e reivindicações em Petrolina3 SemiáridoShow vira feira de conhecimento e reivindicações em Petrolina2 SemiáridoShow vira feira de conhecimento e reivindicações em Petrolina1

A maior feira da agricultura familiar do Nordeste chegou ao terceiro dia, nesta quinta-feira (9), em Petrolina (PE), e tem recebido produtores, estudantes e autoridades de vários estados do país. As lideranças do Sindicato dos Agricultores Familiares (Sintraf), que é um dos parceiros da Embrapa na realização do SemiáridoShow, descreveram o evento como sendo uma oportunidade para o intercâmbio de conhecimento e local para reivindicações políticas.

Realizada bienalmente, a feira expõe as inovações tecnológicas desenvolvidas pela Embrapa e outras instituições de pesquisa, com o objetivo de ajudar os agricultores a conviver com a seca, utilizando de forma mais eficiente os recursos disponíveis num período de estiagem. Segundo a Embrapa, mais de 100 tecnologias estão sendo expostas, além dos 50 minicursos e seis seminários temáticos realizados.

Com um stand montado no centro do evento para recepcionar e orientar os agricultores, a presidente do Sintraf, Isália Damacena, tem aconselhado visitantes a aproveitarem ao máximo as oportunidades oferecidas no SemiáridoShow.

“Quero pedir a vocês que durante essa semana aprendam tudo que o Sebrae e a Embrapa têm para ensinar em cada curso, cada seminário. A Embrapa está fazendo um papel muito interessante que é criar inovações, que é criar novas esperanças para o nosso Semiárido”, ressaltou Isália, que ainda chamou a atenção dos parlamentares que têm ido ao evento. “Agora para que isso aconteça nós dependemos também da questão política porque são eles que ajudam a nós agricultores a se manter e somos nós que mantemos o país com a nossa mão. A mão que alimenta a nação é a mão da agricultura familiar”, completou.

A líder sindical disse que muitos agricultores estão procurando orientação no stand da categoria para saber quais os cursos e oficinas se adequam mais as suas realidades. “Como são muitas opções de cursos, seminários e oficinas o agricultor não tem tempo de ir a todos e termina tendo que optar, nós orientamos de acordo com a realidade de produção deles”.

O SemiáridoShow termina nesta sexta-feira (10). Até lá, a feira terá ainda vários seminários temáticos, oficinas e minicursos, com destaque para ‘Manejo de irrigação de baixo custo para a agricultura familiar’, ‘Oficina de beijus coloridos – Beijus enriquecidos com frutas e hortaliças’, ‘Planejamento alimentar com orçamento forrageiro’ e ‘Administração de propriedades leiteiras e discussão de indicadores’. A feira abre às 8h30 e segue até às 17h.

Assessoria de Imprensa Sintraf




Senado aprova MP que muda regras do Fies

Postado em 9 de novembro de 2017

Senado deve retomar atividades com discussão sobre reforma do ensino médio

As novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foram aprovadas ontem (8) pelo Senado e seguem agora para sanção presidencial. Os senadores acolheram o relatório favorável à medida provisória (MP) enviada pelo governo, que altera as formas de financiamento do fundo e extingue o período de carência para o pagamento dos estudantes. Com as mudanças, a expectativa do Ministério da Educação (MEC) é que 310 mil vagas sejam destinadas ao programa em 2018, sendo 100 mil para estudantes de baixa renda.

Durante a votação, houve divergência entre os parlamentares sobre o número de vagas que serão criadas com o novo Fies. A oposição argumentou que, na prática, apenas 100 mil vagas serão ofertadas, já que as demais fontes de recursos poderiam não ser garantidas. Já o governo, com apoio da relatora, senadora Lúcia Vânia (PSB-GO), defendeu a aprovação da matéria da forma como veio da Câmara, acolhendo apenas uma emenda sobre os descontos concedidos pelas instituições financeiras.

Outro ponto de discussão foi em torno do período em que os estudantes podem esperar, após a formatura, até iniciarem os pagamentos do empréstimo. Antes da edição da MP, os recém-formados tinham um ano e meio até que começassem a pagar. O texto aprovado acaba com a carência para o pagamento do financiamento. Senadores oposicionistas argumentaram que o fim da carência inviabilizaria a quitação dos débitos, o que foi contestado pela relatora.

Mudanças – O programa financia estudantes de cursos privados do ensino superior, profissional, técnico ou tecnológico e em programas de mestrado e doutorado. Para que tenham acesso às faculdades, os jovens precisam passar por avaliação em processos estabelecidos pelo MEC, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Com as mudanças, a partir de 2018 devem ser oferecidos três tipos de financiamento, sendo 100 mil vagas ofertadas com recursos públicos, que terão juro zero e serão voltadas para os estudantes que tiverem renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. As outras duas modalidades serão garantidas com recursos dos fundos constitucionais regionais e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A possibilidade dos fundos de desenvolvimento do Norte, Nordeste e Centro-Oeste financiarem o sistema desagradou a alguns senadores. Para Simone Tebet (PMDB-MS), a ampliação das vagas não pode se dar “às custas” dos fundos constitucionais, que devem ser utilizados para o desenvolvimento das regiões mais pobres do país.

Para a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), a aprovação da MP faz com que o Fies deixe de ser “uma importante política inclusão social para virar uma maquiagem”. Já o senador Telmário Mota (PTB-RR) avaliou que as alterações trazem um “grande benefício” no momento em que o Fies apresentava um “déficit muito forte”.

Defendendo a aprovação da medida, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) recorreu aos números. Segundo ele, o pico de 732 mil contratos de empréstimo firmados em 2014 foi uma “exceção” e a média gira em torno de 300 mil vagas por ano. “O Fies 1, com recursos públicos, vai financiar 100 mil contratos voltados à população mais carente. Depois temos o Fies 2, que vai financiar 150 mil contratos e poderá contar com recursos dos fundos constitucional. E temos o Fies 3, com recursos do BNDES, que contará com os juros mais caros, e ofertará 60 mil contratos. Portanto, serão 310 mil por ano”, argumentou.

Quando a MP tramitou na Câmara, o relator, deputado Alex Canziani (PTB-PR), ampliou o aporte do Tesouro Nacional ao Fundo Garantidor do Fies (FG-Fies), de R$ 2 bilhões para até R$ 3 bilhões em quatro anos.

Outra alteração dos deputados mantida pelo Senado foi a manutenção do abatimento do saldo devedor para estudantes que, após formados, atuarem como professores de educação básica na rede pública. A cada mês, 1% do saldo devedor será abatido. Já os estudantes de medicina que atuarem em equipes de saúde da família ou como médico militar em áreas carentes poderão abater no máximo até a metade da dívida.

Ao editar o texto, o governo alegou que as modificações garantirão a continuidade do programa que, segundo o MEC, acumulava uma inadimplência de 46,4%. Ainda segundo o ministério, as dívidas com o sistema já estavam em R$ 32 bilhões no ano passado.



ArrozValdivino_post

Carro capota na Avenida Perimetral em Araripina

Postado em 9 de novembro de 2017

Acidente-um-640x360-640x360

Um veículo de passeio capotou no final da tarde desta quarta-feira (08), próximo a Unipedra, na Avenida José Muniz Ramos (Perimetral) em Araripina no Sertão de Pernambuco.

De acordo com as primeiras informações, o carro era conduzido pelo empresário Flávio, da Fenix Segurança. Estavam também no veículo, a esposa do motorista e uma filha do casal, menor de idade.

O frentista do Posto Magalhães, Eldo Britto, informou que momentos antes do acidente, o empresário teria abastecido o veículo e seguido pelo centro da cidade em direção a Avenida Perimetral, local onde aconteceu o acidente.

Blog do Edy Vieira




Projeto que atualiza Programa Mãe Coruja é aprovado na Comissão de Administração da Alepe

Postado em 9 de novembro de 2017

Foto - Comissão de Administração Pública 2

A Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, nesta quarta-feira (08), o Projeto de Lei Nº 1647/2017, de autoria do Poder Executivo, que atualiza o programa Mãe Coruja. O texto, legitimado por unanimidade no colegiado, prevê a obrigatoriedade da execução de créditos orçamentários para financiamento das despesas do programa.

Para o deputado Lucas Ramos (PSB), presidente da Comissão, o projeto de lei busca fortalecer a assistência prestada pelo programa. “Desde a sua implantação, o Mãe Coruja vem contribuindo com a redução da mortalidade materno-infantil no estado ao garantir a consolidação do vínculo familiar e promover a inclusão social. O Governo de Pernambuco, ao propor as alterações na regulamentação do programa, viabiliza a execução de recursos orçamentários que são fundamentais para a manutenção do trabalho ininterrupto”, comentou o parlamentar.

O projeto de lei também atualiza as denominações das secretarias estaduais que integram o programa (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude; Mulher; Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação).

HISTÓRIA – Em uma década, o Programa Mãe Coruja tornou-se referência nacional no cuidado de mães e crianças na primeira infância, prestando apoio integral às usuárias do Sistema Único de Saúde e aos seus filhos durante os cinco primeiros anos de vida. Graças à iniciativa, a taxa de mortalidade infantil em Pernambuco caiu de 20,1 para 15,8 a cada 1.000 nascidos vivos, uma queda de 21,4%. Mereceu destaque como prática de excelência no serviço público pela Organização das Nações Unidas (ONU), tendo recebido, ainda, o Prêmio Interamericano da Inovação para Gestão Pública pela Organização dos Estados Americanos (OEA).

Felipe Salgado/Assessor de Imprensa




Empresário do ramo de fruticultura e exportação, Paulo Dantas da Agrodan, fala da alegria de ver um sonho sendo realizado

Postado em 9 de novembro de 2017

????????????????????????????????????

Escola Agrodan

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

O empresário e um dos sócios da empresa Agrodan (Agropecuária Dantas Roriz), Dr. Paulo Dantas, não esconde a alegria de está próximo da realização de um grande sonho. Inaugurar em plena caatinga do sertão pernambucano uma “Escola Modelo”, que a partir de 2018 vai preparar para os desafios do futuro 200 alunos filhos de famílias de agricultores das imediações da empresa, que fica na estrada vicinal, Km 28, entre a cidade de Belém do São Francisco e o distrito de Ibó, na área rural do município, margeando o Rio São Francisco.

Dr. Paulo conta que no inicio era apena um sonho, até que veio uma conversa com a dona Fátima proprietária de escola no Recife. A partir dessa conversa veio à busca de parceiros e nada, foi quando ele percebeu que o sonho era dele e que, portanto, cabia a ele a luta para torná-lo em realidade. “Não foi nada fácil, não está sendo nada fácil, o que me alegra é a certeza que daqui vai sair jovens preparados para os desafios do futuro”. O empresário Dr. Paulo Dantas, faz questão de dizer que ele não está construindo apenas uma Escola. Sim, um modelo de Escola onde os estudantes vão ter ensinos de qualidade.

Dr. Paulo explica que a manutenção da escola contará com participação de parceiros, também do poder publico que deverá dar sua contribuição. A Escola Professora, Olindina Roriz Dantas, funcionará no regime de tempo integral. Ainda de acordo com as informações do idealizador do projeto, Dr. Paulo Dantas, as crianças terão desde o ensino infantil ao fundamental, aulas de pelo menos uma língua estrangeira, que provavelmente será o inglês, ainda informática, meio ambiente e práticas esportivas. Paulo faz questão de dizer que a gestão da escola não vai receber nenhum tipo de influência política, assim fica assegurado à funcionalidade da escola independentemente de mudança no quadro político administrativo.

A Escola que já está quase pronta será inaugurada na próxima sexta-feira (10), aproveitando as festividades de comemoração dos 30 anos da Agrodan. Segundo o empresário Dr. Paulo Dantas, ao final da obra a Escola Modelo vai ficar pelo custo de 2.3 milhões de reais, o mesmo ainda ressalta que desse valor 60% saiu do seu próprio bolso. A Agrodan emprega atualmente 1.360 trabalhadores, a empresa é a maior exportadora de manga do Brasil para o mundo, seu principal mercado é o europeu. “Se o governo federal tivesse uma política de investimentos desburocratizada, hoje estaríamos empregando, produzindo e exportando o dobro. Queremos dar nossa contribuição para o País sair da crise, infelizmente a burocracia nos impede e ficamos a assistir milhares de sertanejos baterem em nossa porta todos os dias a procura de emprego”. Dr. Paulo Dantas, Agrodan.





Página 22 de 3.910« Primeira...10...2021222324...304050...Última »

Mensagem Biblíca
Muitos são os meus perseguidores e os meus inimigos; mas não me desvio dos teus testemunhos. Salmos:119:157