Relatório da Educação exibe situação precária das escolas municipais de Araripina

Postado em 12 de janeiro de 2017

Raimundo Pimentel vai protocolar pedido para formar uma comissão de transição na Prefeitura de Araripina1

A precária infraestrutura das escolas municipais de Araripina foi o tema central da coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (11), pela secretária de Educação, Possídia Carvalho, e equipe, na Câmara de Vereadores.

O levantamento que foi feito nas escolas municipais localizadas na sede, distritos e na zona rural, apontou uma situação caótica da infraestrutura dos prédios que abrigam os alunos da rede pública. Segundo o engenheiro civil Paulo Henrique Fechine, os problemas vão desde falta d’água até riscos iminentes de desabamento e choque elétrico. “As escolas têm sérios problemas estruturais como banheiros precários, ferragem e fiação elétrica expostas, cisternas abertas proliferando mosquito da dengue, risco de desabamento do teto. Nenhum aluno está seguro em um ambiente assim”, lamentou.

Outro sério problema detectado nas vistorias foi a maneira inadequada de armazenamento da merenda escolar que causou diversos problemas de saúde aos alunos no ano passado.

De acordo com a secretária Possídia Carvalho, estes elementos, somado à falta de transporte escolar, atraso no pagamento do Fundeb 60 e 40 e as precárias condições das salas de aula explicam os baixos índices obtidos no IDEB e o alto nível de evasão escolar.

“Qual mãe de aluno tem confiança de deixar seu filho numa escola sem merenda, com falta de professores e riscos desde uma contaminação de dengue até o desabamento de um teto? Nós sabíamos que a situação era grave, mas confesso que é ainda pior”, destacou a secretária.

O FUTURO

Durante a coletiva, Possídia e sua adjunta Francisca Alencar, apresentaram aspectos que serão desenvolvidos para devolver a autoestima de professores e alunos da rede pública.

Serão executados programas de melhoria pedagógica para professores, acompanhamento nutricional da merenda escolar, abertura do Núcleo de Tecnologia Educacional para alunos e professores, rígido acompanhamento da qualidade do transporte escolar e outros.

“Não vamos fazer promessas mágicas, pois todos estamos cansados do mundo da fantasia. O compromisso firmado é de muito trabalho e dedicação para que possamos elevar os índices educacionais, diminuir a evasão escolar e fornecer um ensino de qualidade para preparar os jovens para um futuro digno”, disse Possídia.

A coletiva de imprensa teve ainda a participação do vice-prefeito Bringel Filho, da advogada Joani Ferreira e da servidora Deusa e a presença dos vereadores da bancada de situação e representantes do SIMA.



Deixe uma resposta



Mensagem Biblíca
E da tribo de Benjamim, Geba e os seus arrabaldes, Alemete e os seus arrabaldes, e Anatote e os seus arrabaldes; todas as suas cidades, pelas suas famílias, foram treze. 1 Crônicas:6:60